Sistemas de gestão

Como a ISO 9001 pode beneficiar minha empresa?

Imprimir artigo

Devido a publicação oficial da ISO 9001:2015 muita gente tem comentado sobre sua implantação, e parece evidente que obter uma certificação ISO 9001 é bom para qualquer empresa, mas em que sentido? Realmente traz vantagens para o desempenho da organização? Empresas que implementam um Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) tem melhoria na performance? Como isso acontece?

O primeiro passo é entender que implementar um sistema de gestão da qualidade é definitivamente para quem quer crescer. Isso porque é uma maneira de se organizar para ganhar escala: padronizar o trabalho, diminuir a quantidade de erro ao entregar produtos e garantir a qualidade orientada ao cliente.

Pense que fazer um sanduíche na sua casa é uma tarefa muito fácil, mas gerenciar milhões de sanduíches feitos pelo mundo, como o Mc Donald’s por exemplo, é impossível se não for com processos! Um sistema como a ISO 9001 te ajuda a organizar tudo para que seja possível crescer. Veja bem, você não precisa ser uma grande empresa para implementar, basta querer crescer.

Para entender como essa melhoria da performance acontece, vamos falar sobre dois aspectos que geram resultados:

1 – Aumento da competitividade

Empresas que possuem processos de avaliação de fornecedores e precisam ter garantia da qualidade do material de produção/venda, normalmente utilizam a certificação como um dos critérios para aquisição. Parece meio óbvio porque quem é que não quer ter a garantia de que está comprando produtos de qualidade, não é? Pois é, a melhor forma de evidenciar que você é capaz de entregar esses produtos é através de certificações de qualidade. Na indústria automotiva, por exemplo, fornecedores que não possuem as certificações de qualidade, muitas vezes não são nem cogitados.

É claro que isso não significa que empresas com ISO 9001 nunca vão errar, mas significa que estão menos propensas ao erro, portanto, os certificados de Gestão da Qualidade trazem maior credibilidade perante os clientes.

2 – Gerenciamento por processos

Para entregar um produto/serviço de qualidade, você primeiro terá que criar um modelo de processo para ser seguido. Isso facilitará a compreensão e execução do trabalho proposto possibilitando a padronização. Veja como esses benefícios acontecem de forma interdependente:

  • Aumento da produtividade – definir os processos evita que ocorram desperdícios, tanto de recursos humanos quanto de recursos materiais e tecnológicos na linha de produção, diminuindo o tempo do ciclo de produção. Resumidamente, todo mundo saberá o que tem que fazer e como tem que fazer!
  • Monitoramento de não conformidades – tendo o processo definido, é possível prever problemas e reduzir as possibilidades de que ocorram. Ainda assim, se ocorrerem, fica mais fácil identificar em qual etapa aconteceu e como ele pode ser solucionado, reduzindo os danos. Você conhecerá os problemas da sua empresa!
  • Melhoria na qualidade de produtos/serviços – com o processo detalhado e com maior monitoramento das não conformidades, abrimos espaço para a implantação de melhorias com segurança. Tratar uma não conformidade significa fazer com que aquele problema nunca mais aconteça, ou seja, você estará melhorando continuamente!
  • Aumento das vendas – a melhoria na qualidade de produtos/serviços aumenta a satisfação do cliente, principalmente porque a ISO 9001 tem como âncora atender os requisitos dos clientes. Isso elevará automaticamente suas vendas, além de fidelizar os clientes que já compram da sua empresa!

Essa alavancagem ocorre mais significativamente a longo prazo, e visto que, normalmente, empresas sem certificação não mensuram seus desempenhos, é difícil comprovar que o avanço foi obtido através da implantação da ISO, mas quem passa pela transição do antes e depois, sente uma diferença expressiva.

Para utilizar todo o potencial da melhoria de desempenho que a implementação de um SGQ oferece, é necessário trabalhar esses aspectos, mas sem esquecer que a maior motivação é estabelecer a qualidade para melhorar para que a consequência disso seja o crescimento da empresa.

No dia 23 de setembro, foi publicada a nova versão da ISO, a 9001:2015. O enfoque dela mudou justamente para alterar o cenário das empresas no que diz respeito a evolução em busca do crescimento sustentável. Durante muito tempo, achava-se que a padronização era o principal objetivo dos sistemas de gestão, o que gerou uma distorção de valores e difícil disseminação da cultura da qualidade.

Com esta revisão, ficou mais evidente que o envolvimento das pessoas no SGQ é o primordial. A começar pela retirada da figura de Representante da Direção, onde os líderes da organização passam a ser os principais incentivadores.  O cumprimento das tarefas e atividades e os treinamentos de procedimentos e políticas dão lugar ao envolvimento em resultados e conscientização das pessoas dos impactos que os erros podem trazer para o desempenho da organização.

A mudança mais comentada, e mais esperada, é a troca da nomenclatura “ação preventiva” para o sistema de Gestão de Riscos.  Ao invés de aplicar uma ação isolada que evitaria apenas um problema em específico, temos que voltar nossas atenções para abordar os riscos que uma ação poderá trazer para a organização e como poderemos contorná-los. Fizemos um eBook explicando a Gestão de Riscos para Profissionais da Qualidade, e você pode fazer download clicando aqui:

 

Download do eBook sobre Gestão de Riscos

 

A implantação da ISO agora está focada muito mais em desenvolver um sistema que atenda as necessidades da organização, do que apenas para conseguir uma certificação. Todas essas mudanças vêm para facilitar a certificação em empresas que vivem o processo de melhoria contínua e necessitam também de outras certificações, facilitando a integração de todas as normas dentro do sistema da organização.

 

banner-qualidade-como-a-iso-9001-pode-beneficiar-minha-empresa

Autores

Comentários

Posts Relacionados

← Post mais recente
Certificação PMP: Técnicas de estimativas