Blog da Qualidade

Engajamento: você sabe o porquê você faz o que você faz?

Receba Nossa News

Os conteúdos mais legais sobre qualidade, semanalmente em seu e-mail

Todos os dados inseridos aqui, estão resguardados pela Política de Privacidade da ForLogic, totalmente adequada a LGPD e ISO 27001 (Segurança da Informação).

Juliana Geremias

Juliana Geremias

Graduada em Administração de Empresas, MBA em Gestão da Qualidade e Auditora Líder ISO 9001. "Qualidade é o resultado de um ambiente cultural cuidadosamente construído. Tem que ser o tecido da organização, não parte do tecido." Phil Crosby

Esses dias atrás li o livro “Por quê? Como motivar pessoas e equipes a agir” de Simon Sinek, que afirmava o seguinte: quando você é motivado pelo porquê, o sucesso simplesmente acontece.  Engajamento com um “por quê”?! Na hora achei ‘balela’, mas hoje a frase fez sentido.

Vou explorar isso no texto de hoje!

Resumindo o contexto do livro

Em seu livro, Simon Sinek conta que estudando sobre líderes com alto poder de influência pelo mundo, observou que todos se comunicam exatamente da mesma forma. E tudo isso gira em torno do “Porquê”.

Ele destaca ainda que as grandes empresas não contratam pessoas qualificadas e as motivam, pelo contrário elas contratam pessoas já motivadas e as inspiram.

Em contrapartida, quando essas pessoas motivadas são direcionadas a fazer algo que elas não acreditam e não fazem sentido para elas, a tendência é que essas deixem o trabalho para ir em busca de algo que as envolvam.

Resumindo meu contexto

Fui designada a construir um material com conteúdo sobre planejamento estratégico, inclusive em breve compartilharemos, mas enfim, até aqui tudo bem, então minha líder me incumbiu de levantar um possível conteúdo para discutirmos o que iria para esse tal material.

Esse era um desafio que certamente daria um up no meu ânimo. Mas isso não aconteceu, pelo menos não de imediato, e eu vou explicar o porquê.

No primeiro momento estava focada no que fazer e como fazer. Então eu vi o desafio como algo mecânico que seria apenas mais um conteúdo.

Mas o que tudo isso tem a ver com engajamento?

Esta palavrinha “porque” é de fato a “cereja do bolo” de qualquer projeto, e eu consegui enxergar isso quando minha líder me chamou para fazer o PAS (Planejamento Ágil de Significado) desse material.

De cara ela me perguntou, por que devemos fazer esse conteúdo?  E na sequência vieram outras perguntas como por exemplo:

  • Por que as pessoas vão se interessar por esse conteúdo?
  • Por que as pessoas devem ler esse conteúdo, qual o propósito de fazê-lo?
  • Por que escolhemos esse público?
  • Por que vamos seguir com esse tema?

Sabe aquela frase “meus olhos brilharam”, é isso deve ter acontecido no momento que comecei a responder as perguntas.

Então te pergunto, você consegue entender a influência que esses porquês tiveram para mim? Posso afirmar que responder essas perguntas foi libertador, sai da linha de raciocínio: “o que escrever?” Para:

  • Por que vou escrever?
  • Quem vou atender?
  • Aonde quero chegar com isso?
  • Com quem vou contribuir?

Ao obter as respostas para os porquês a construção do conteúdo começou a fazer mais sentido, com isso as ideias referentes ao conteúdo a ser escrito começaram a surgir espontaneamente.

O engajamento começa com o “por quê”!

Enquanto um colaborador tiver claro o porquê da execução de suas tarefas e de sua contribuição com a empresa e a sociedade, ele se sentirá engajado e não medirá esforços e energia para realizar suas tarefas.

Pois, conforme surgem os resultados, a produtividade se acentua e o profissional fica mais motivado por encontrar na organização uma visão alinhada aos seus princípios.

E ainda como o livro traz:

“Quando as pessoas dentro da empresa sabem por que vão trabalhar, as pessoas de fora da empresa têm muito mais probabilidade de entenderem por que a empresa é especial.”

E você, já sabe o porquê das ações que vem executando? E seu time, sabe?

Espero que de alguma forma a experiência que compartilhei te ajude a ver sentido no contexto do livro e que ajude a você a motivar todos a seu redor. Ah! Deixe sua percepção nos comentários, vou adorar ler.

Fonte: SIMON, Sinek. Por quê? Como motivar pessoas e equipes a agir–Ed. Saraiva, São Paulo, 2012.

Sobre o autor (a)

4 comentários em “Engajamento: você sabe o porquê você faz o que você faz?”

  1. Excelente postagem sobre engajamento! O texto aborda de maneira clara e objetiva a importância de entendermos o propósito por trás das nossas atividades para que possamos nos engajar de forma genuína e duradoura. Parabéns ao autor pelo conteúdo de qualidade.

  2. Letícia de Lima Silveira

    Muito bom o tema abordado, seu texto foi muito claro e objetivo, principalmente pela experiência compartilhada. Sinto que quanto mais conhecimento sobre o trabalho a ser devolvido, mais as pessoas se engajam, quanto menos conhecimento, mais as pessoas se afastam, afinal de contas ninguém que ser criticado, exposto ou ridicularizado.

    1. André Roberto de Moraes
      Juliana Geremias

      Olá Letícia, fico feliz que tenha gostado 🙂
      Eu concordo contigo, “quanto mais conhecimento mais engajamento”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog da Qualidade

Artigos relacionados