Gestão de projetos

Estrutura de Gerenciamento de Projetos: Conceitos e Definições

Imprimir artigo

Como prometido no post Qualidade no Processo de Gerenciamento de Projetos, estou escrevendo para tentar passar um pouquinho do conteúdo absorvido para a certificação de gerente de projetos do PMI – Project Management Institute.

Vamos começar entendendo conceitos básicos:

O que é um projeto?

Pode parecer simples mas muitos confundem essa definição. Um projeto é um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado único, ou seja um projeto deve sempre ter uma data inicial e final de planejamento.

Qual a diferença entre Operação e Projeto?

O trabalho operacional é o rotineiro, repetitivo e como dito anteriormente o trabalho em um projeto é único e temporário.

Por exemplo: o controle diário de apontamentos de horas gastas em suas atividades é uma operação, já que deve ser feita de maneira repetitiva, e não gera um produto, serviço ou resultado único, já se lhe pedirem para corrigir um erro, você terá um prazo inicial e final para conseguir resolve-lo e o resultado será a correção do erro, portanto, caracteriza um projeto.

O que é o Gerenciamento de Projetos?

É a aplicação de conhecimentos, habilidades, ferramentas e técnicas às atividades do projeto a fim de atender aos seus requisitos. O PMI divide o gerenciamento de projetos em grupos de processos e áreas de conhecimento. Os grupos de processos são: Iniciação, Planejamento, Execução, Monitoramento e Controle e Encerramento. As áreas de conhecimento são: Gerenciamento da Integração, Escopo, do Tempo, dos Custos, da Qualidade, dos Recursos Humanos, das Comunicações, dos Riscos, das Aquisições e das Partes Interessadas.

O que é um Programa?

Um programa é um grupo de projetos relacionados, esse agrupamento tem a intenção de gerencia-los de modo coordenado para a obtenção de benefícios e controle que não estariam disponíveis se eles fossem tradados de maneira individual.

Por exemplo:   Programa Fome Zero, neste exemplo, podem ser necessários dezenas de projetos, tais como: mapear as condições sociais do local, mapear as competências e a cultura local, etc. Mas todas essas iniciativas só funcionam se forem coordenadas e administradas de forma conjunta. Isoladamente, provavelmente jamais irão gerar os benefícios definidos para o programa.

 O que é um Portfólio?

É o gerenciamento que inclui identificação, priorização, autorização, gerenciamento e controle de projetos, programas e outros trabalhos relacionados, para atingir objetivos de negócios estratégicos específicos. Combinar os projetos, programas e operações em um ou mais portfólios ajuda a otimizar o uso dos recursos, melhora os benefícios à organização e reduz os riscos.

O que é um escritório de Projetos?

Um escritório de Projetos ou PMO – Project Management Office, é um corpo ou entidade organizacional à qual são atribuídas várias responsabilidades relacionadas ao gerenciamento centralizado e coordenado dos projetos sob seu domínio. Serve como um guia para direcionar as demais práticas organizacionais citadas anteriormente. Trata-se de uma estrutura que mantém a organização como um todo concentrada na estratégia geral.

OPM3

É um modelo de maturidade organizacional de gerenciamento de projetos PMI que aplica todos os conceitos citados nesse post. Esse modelo foi elaborado para ajudar as organizações a determinarem seu nível de maturidade em gerenciamento de projetos.

O post de hoje foi escrito com a intenção de apresentar conceitos básicos e abrir caminhos para os grupos de processos e as áreas de conhecimentos do PMI, que serão apresentados em breve. Aguardem, tem muito conteúdo pela frente!

 

Referências

Um Guia do Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos: Guia do PMBOK , 5a. edição, 2011, PMI

PMP Rita Mulcahy  8º Edição

Curso de preparação para certificação EUAX

Autor

Comentários

Posts Relacionados

preguicoso-com-phd
← Post mais recente
Preguiçoso sim, mas com PhD!