Blog da Qualidade

Fluxograma: Tudo o que você precisa saber

Receba Nossa News

Os conteúdos mais legais sobre qualidade, semanalmente em seu e-mail

Todos os dados inseridos aqui, estão resguardados pela Política de Privacidade da ForLogic, totalmente adequada a LGPD e ISO 27001 (Segurança da Informação).

Juliana Geremias

Juliana Geremias

Graduada em Administração de Empresas, MBA em Gestão da Qualidade e Auditora Líder ISO 9001. "Qualidade é o resultado de um ambiente cultural cuidadosamente construído. Tem que ser o tecido da organização, não parte do tecido." Phil Crosby

Quando falamos em qualidade, excelência e gestão, os fluxogramas surgem como ferramentas poderosas.

Então, neste post, abordarei todas as informações relevantes sobre fluxogramas, desde sua definição até sua aplicação prática.

Bora mergulhar nesse tema e entender como os fluxogramas podem transformar a eficiência de processos em sua organização.

O que é um Fluxograma?

Um fluxograma é uma representação gráfica de um processo. Utiliza símbolos, setas e formas geométricas para descrever as etapas sequenciais de um processo, facilitando a visualização de como um fluxo de trabalho é conduzido do início ao fim.

Eles são amplamente utilizados em diversas áreas, como engenharia, manufatura, administração e TI, para mapear processos, identificar falhas e otimizar operações.

Tipos de Fluxograma

Existem vários tipos, cada um adequado a diferentes necessidades:

  • Fluxograma de Processos: Focado nas etapas detalhadas de um processo.
  • Fluxograma de Sistema: Descreve o fluxo de dados e informações em um sistema.
  • Fluxograma de Alta Nível (ou de Macro): Fornece uma visão geral do processo, com menos detalhes.
  • Diagramas de Swimlane: Dividem as etapas do processo por departamentos ou funções, destacando responsabilidades.

Para que serve um Fluxograma?

Mapeamento de Processos: Os fluxogramas permitem visualizar e entender um processo completo, trazendo clareza e simplicidade para facilitar a compreensão de processos complexos.

Identificação de Ineficiências: Os fluxogramas ajudam a detectar gargalos e redundâncias, identificando pontos de decisão críticos e tornando a tomada de decisão mais assertiva.

Treinamento e Comunicação: Os fluxogramas facilitam o treinamento de novos colaboradores e melhoram a comunicação dentro da equipe.

Documentação de Processos: Os fluxogramas permitem registrar e padronizar processos para auditorias e melhorias contínuas, auxiliando na conformidade com normas e padrões e facilitando auditorias.

Em resumo, os fluxogramas fornecem uma base para analisar e melhorar processos, fomentando a melhoria contínua.

Como fazer um Fluxograma?

Criar um fluxograma pode parecer desafiador no início, mas com os passos certos, é um processo simples e intuitivo:

Defina o Objetivo: Entenda qual processo você quer mapear e por quê.

Seja Claro e Conciso: Use linguagem simples e direta. Ah! E não sobrecarregue o fluxograma com detalhes desnecessários.

Coleta de Informações: Reúna todos os dados necessários sobre o processo, incluindo etapas, decisões e resultados.

Escolha dos Símbolos: Utilize os símbolos padrão e consistentes.

Desenho do Fluxograma: Utilize um software (como Microsoft Visio, Lucidchart, Qualiex ou até o PowerPoint) ou papel para desenhar o fluxograma, conectando os símbolos com setas para indicar o fluxo do processo.

Revisão e Ajustes: Revise o fluxograma com a equipe envolvida para garantir precisão e faça os ajustes necessários. Enfim, certifique-se de que todas as partes interessadas revisem o fluxograma. E lembre-se: reavalie e ajuste o fluxograma conforme os processos evoluem.

Símbolos padrão de um Fluxograma

simbologia do fluxograma

O que não pode faltar no Fluxograma?

Para garantir que seu fluxograma seja completo e funcional, certifique-se de incluir:

  • Início e Fim Claros: Defina claramente onde o processo começa e termina.
  • Todas as Etapas do Processo: Inclua cada passo necessário para completar o processo.
  • Pontos de Decisão: Identifique todos os pontos onde decisões precisam ser tomadas.
  • Direcionamento Claro: Use setas para mostrar a direção do fluxo de trabalho.
  • Responsabilidades: Indique quem é responsável por cada etapa, especialmente em diagramas de swimlane.

Qual a relação do Fluxograma com as Normas ISO?

Os fluxogramas são ferramentas essenciais para a implementação e manutenção das normas ISO. Eles ajudam a documentar processos de forma clara e precisa, facilitando a conformidade com requisitos de qualidade, gestão ambiental, segurança da informação, entre outros.

Em particular, a ISO 9001 (Gestão da Qualidade) valoriza o uso de fluxogramas para assegurar a consistência e a melhoria contínua dos processos.

Conte com um aliado poderoso na sua gestão

Os fluxogramas são aliados poderosos na gestão e otimização de processos. Eles não apenas tornam os processos mais transparentes e eficientes, mas também suportam a conformidade com normas e padrões de qualidade.

Ao seguir as melhores práticas na criação de fluxogramas, você pode transformar a maneira como sua organização opera, promovendo uma cultura de excelência e melhoria contínua.

E se você quer aprender um pouco mais sobre mapeamento de processos te indico o episódio #71 do Qualicast.

Qualiex: O melhor Software para a Gestão da Qualidade!

Gostou das dicas sobre Fluxograma? Com a ajuda do Qualiex você consegue fazer uma gestão sistêmica e profissional dos processos em sua empresa. Elimine planilhas, ganhe tempo, garanta a conformidade com os requisitos aplicáveis e foque seus recursos no que realmente importa.

E tem mais: Se você é pequena empresa pode contar com a tecnologia Qualiex disponível sob medida para sua organização. O Qualitfy é perfeito para encaixar no orçamento de sua pequena empresa e fazer ela conquistar os resultados que busca.

Além de sermos o melhor software para gestão da qualidade, te ajudamos com cursos de especialistas voltados à gestão, qualidade e excelência por meio da Saber Gestão. Por isso, não perca mais tempo, entre em contato conosco!

Fontes Bibliográficas

  • ISO 9001:2015. Quality Management Systems – Requirements. International Organization for Standardization, 2015.
  • “The Basics of Process Mapping” by Robert Damelio.
  • “Business Process Improvement: The Breakthrough Strategy for Total Quality, Productivity, and Competitiveness” by H. James Harrington.
  • Lucidchart Blog. “How to Make a Flowchart in 7 Simple Steps”.

 

Sobre o autor (a)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog da Qualidade

Artigos relacionados