Estratégia empresarial

Modelo Toyota: O uso da Excelência Operacional como Arma Estratégica

Sistema de Produção Toyota
Imprimir artigo

Estive lendo mais uma vez o livro do Sistema Toyota de Produção (STP) e decidi elaborar alguns artigos sobre o assunto, sendo este o primeiro, pois vejo que muitas pessoas confundem o Modelo Toyota (a filosofia) com o Sistema Toyota (a filosofia em prática) e também confundem o que é ser enxuto.

Para entender melhor, vamos ver alguns números da Toyota da década de 80.

Nesta década a Toyota chamou a atenção do mundo automobilístico com carros muito melhores em relação aos americanos, não só pela beleza (design), mas também pela eficiência do seu motor e pela baixa necessidade de manutenção. Os carros da Toyota eram mais confiáveis, velozes e com um custo competitivo excelente, mesmo com salários altos de alguns funcionários ela conseguia ser competitiva.

A cada momento que a empresa parecia sofrer um colapso em vendas e em sua produção a empresa renascia de maneira forte das cinzas e com novas soluções automobilísticas, assim impressionando o mercado.

Números da Toyota:

  • A Toyota no ano de 2003 conseguiu um lucro de 8,13 bilhões de dólares ? maior que o da GM, Chrysler e Ford juntos;
  • O valor total das ações da Toyota era de 106 bilhões de dólares em 2003 ? maior que a da Ford, General Motors e da Chrysler juntas;
  • A Toyota era a primeira colocada em venda de carros no Japão e a 4º no mundo, mas em agosto de 2003 ela vendeu mais carro na América do Norte do que a Chrysler;
  • Em 2003 o Camry foi o carro de passageiro mais vendido nos EUA até 2008 e o Corolla foi o veículo de pequeno porte mais vendido no mundo;
  • O carro de luxo da Toyota, Lexus, em 2002 superou as vendas de BMW, Cadilac e Mercedez-Benz no EUA pelo 3º ano consecutivo;
  • A Toyota inventou a ?produção enxuta? (STP) e transformou a produção mundial virtualmente em todas as indústrias em relação à filosofia e aos métodos de produção e da cadeia suprimentos da Toyota ao longo dos anos;
  • A Toyota cria carros e caminhões em menos de 12 meses, enquanto que a concorrência precisa de 2 a 3 anos;
  • Os funcionários da Toyota são procurados por empresas de todo o tipo em quase todo o mundo por causa dos seus conhecimentos;

Mas qual é o segredo? Como a Toyota consegue números tão impressionantes e satisfatórios de forma global? A Toyota transformou a excelência estratégica em uma arma, pois ela investiu em qualidade e em ferramentas que a ela mesma tornou famosa ao longo dos anos como just-in-time, Kaizen, fluxo unitário por peças, autonomação (jidoka) e nivelamento da produção (heijunka).

Mesmo com tanta ferramenta a base para o STP não são só elas o motivo do sucesso, mas sim a filosofia empresarial baseada na compreensão humana, na motivação das pessoas, no cultivo da liderança, da equipe e cultura para criar estratégias, construir relacionamentos com fornecedores e manter uma empresa de aprendizagem.

Neste primeiro artigo vemos que a Toyota está entre as excelentes organizações automobilísticas do mundo e não é por acaso, pois ela utiliza uma filosofia profunda, baseada nas pessoas e o começo dos 14 princípios do STP, para estruturar o seu modelo e seu sistema de produção, utilizando as ferramentas elaboradas por ela mesma para por em prática sua filosofia. No próximo artigo veremos o STP e a produção enxuta.

 

Referência:

LIKER, JEFFREY K. O Modelo Toyota. Porto Alegre: Bookman, 2005.

 

Autor

Comentários

Posts Relacionados

Avaliação de Fornecedores
← Post mais recente
Por que avaliar fornecedores é tão importante?