Cultura organizacional

O seu pensamento é um obstáculo para a transformação!

Imprimir artigo

Há algum tempo atrás, fiz alguns artigos falando sobre pensamento sistêmico, que chamei de a causa raiz da má qualidade. O que eu não contei foi que pensar sistemicamente não é uma tarefa fácil, é muito mais fácil não fazê-lo. Para que você entenda quero fazer uma analogia com o vídeo abaixo, ele tem só 1:30 min, veja só:

Se fossemos representar a mulher como uma organização, o prego como o sistema de gestão e o homem como uma visão externa, teremos um bom exemplo aqui.

Às vezes você não consegue ver o problema no sistema de gestão, e o problema nem é este em si. O problema é quando ficamos acomodados com os problemas e não queremos tratá-los, e sim reclamar. Talvez você viu o vídeo e pensou “Nossa! mas eu não sou igual essa moça!” Será? Será que “isto não é sobre o prego”? Ou sobre aquela área que você faz de tudo para não mexer?

Deming fala que a Gestão deve ser submetida a transformação e que um sistema não pode entender a si mesmo, a transformação exige uma visão de fora.

Para ir um pouquinho além de Deming, Einstein diz praticamente a mesma coisa: “Nós não podemos resolver nossos problemas com o mesmo pensamento que usamos quando os criamos.”

Isso significa que devo contratar uma consultoria? Talvez sim… mas não é disso que estou falando.

O grande segredo é olhar seu sistema de fora para dentro. Do cliente para empresa. Se o produto que você entregou não foi o que o cliente pediu, você encontrou uma “dor de cabeça” que o prego está gerando. Agora, onde está o prego?

Clientes tem uma visão de fora do sistema, por isso tomam ações definitivas como “cancelar o produto”. Essas ações deveriam sugerir uma transformação drástica, mas porque isso então não acontece tão radicalmente?

Estamos tomando aspirina, mas não tiramos o prego! Estamos mexendo nos componentes, e não no sistema!

Enquanto não trabalharmos melhorias para serem implantadas em sistemas ao invés de componentes, não conseguiremos implantar melhorias de fato. Obviamente, existem tratativas para componentes, mas se só apagarmos incêndios e não procurarmos sua causa, vamos apagar incêndios pra sempre.

Otimizar o sistema é sobre melhorar a gestão e o controle! Por mais que você me diga “Não é sobre o prego!”, bom… Acho que você viu o vídeo, né?

Autor

Comentários

Posts Relacionados

← Post mais recente
ISO 9001:2015 – Contexto da Organização: o que significa isso...