Melhoria contínua

Seis Sigma

Imprimir artigo

Seis sigma é uma metodologia que busca alcançar e manter o sucesso da empresa através de um sistema integrado de gestão, levando-se em conta suas diretrizes, priorizando seus aspectos estratégicos, estruturais, comportamentais e operacionais, monitorados por análises estatísticas, para medição e controle em ocorrências disciplinadas e sequenciais em toda empresa, com o objetivo de otimizar o atendimento das necessidades e expectativas dos clientes, minimizar custos, agregar valores e maximizar os resultados e a competitividade. O seis sigma tem como principio reduzir de forma contínua a variação nos processos, eliminando defeitos ou falhas nos produtos e serviços.

Seis sigma trata a qualidade de forma sistêmica, considerando todas as ações e setores da organização e não apenas as não conformidades de processos específicos. Uma das diferenças que podemos apontar no seis sigma em relação às metodologias tradicionais é quanto ao conceito de desperdício, que passa a ser definido como a diferença entre a qualidade potencial e a qualidade efetiva, onde qualidade potencial é o máximo valor que pode ser agregado a um produto ou processo, e qualidade efetiva é o atual estado do produto ou processo.

No sistema tradicional, muitas das ações utilizadas com o objetivo de cortar custos terminavam reduzindo o valor agregado e a qualidade do produto, lembrando que o sucesso de uma organização está relacionado diretamente aos resultados ou à rentabilidade. Há dois caminhos para atingir este objetivo: reduzir custos ou agregar valores. Mas, em alguns casos não é mais possível reduzir custos, sendo que a única alternativa é agregar valores. Em outros casos, para a redução de custos é preciso agregar novos valores aos produtos.

A metodologia seis sigma pode ser utilizada em qualquer setor da empresa e em vários níveis de complexidade. Esta metodologia não deve resumir simplesmente na aplicação de técnicas estatísticas.

Atualmente o seis sigma é uma prática de gestão relacionada a melhoria da lucratividade da empresa, independentemente do seu porte, com a finalidade de aumentar a participação de mercado, reduzir custos e otimizar as operações da empresa.

O planejamento, a definição de metas precisas e ambiciosas, a busca do comprometimento e a integração dos trabalhadores, a adaptação a nível estrutural, o realinhamento cultural e a valorização das lideranças são aspectos imperiosos e vitais para o sucesso desta metodologia.

 

REFERÊNCIAS

RODRIGUES, Marcus Vinicius. Ações para a qualidade: GEIQ, gestão integrada para a qualidade: padrão seis sigma, classe mundial. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2004.

 

Autor

Comentários

Posts Relacionados

← Post mais recente
Passo a passo para a construção da Casa da Qualidade (QFD)