Blog da Qualidade

O PDCA para votar nas eleições

Receba Nossa News

Os conteúdos mais legais sobre qualidade, semanalmente em seu e-mail

Todos os dados inseridos aqui, estão resguardados pela Política de Privacidade da ForLogic, totalmente adequada a LGPD e ISO 27001 (Segurança da Informação).

Jeison

Jeison

Sou co-fundador da ForLogic Software, hoje atuo com gente, cultura e gestão. Sou um dos criadores do Qualiex, do Qualicast (o 1º Podcast nacional focado em qualidade), criador do Blog da Qualidade (o maior blog sobre Qualidade do Brasil). Mestre em Engenharia da Produção pela UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), auditor líder formado com orgulho pela ATSGna ISO9001 e 22000, pai, empreendedor, e um inconformado de plantão!
Acredito na responsabilidade do indivíduo, no poder da qualidade e que podemos fazer diferente. Me acompanhe no Linkedin e no Instagram.

Acabamos de passar por eleições municipais, mas existe relação entre isso e a qualidade? Acredito que sim, uma vez que podemos rodar a cada 4 anos o PDCA do nosso voto.
Confesso que não gosto do período de eleições, é truculento, barulhento, suja a cidade, a poluição sonora e visual aumenta consideravelmente, mas é um evento da democracia, e deve ser tratado com muito critério pelo cidadão. Não vamos aqui discutir a qualidade do político que temos, e sim como podemos melhorar o nosso cenário político.      
Já apresentamos o PDCA em outro post (e neste outro também), agora vamos visualizar como ele pode se encaixar no processo de escolher um prefeito que vai comandar a cidade por 4 anos.

Plan (Planejar)
Outro dia em casa vi minha esposa levantando os dados dos candidatos a prefeito da cidade onde moramos, ela viu a declaração de renda de cada um, observou que alguns declaravam um imóvel com valor de 70mil, quando sabemos que deve valer no mínimo 5x esse valor.
O que isso tem haver com Planejar? Tudo! A primeira etapa de um planejamento é o levantamento, recolher todos os dados que puder, e destes dados gerar alguma informação que apoie na sua tomada de decisão.
Não é um processo simples, é difícil saber quando alguém fala a verdade, mas as propostas, dados do candidato, alianças (passadas e atuais), feitos em outra gestão, dizem muito sobre ele.
Do (Executar)
É a hora do voto, talvez um pouco antes, quando conversamos com nossos amigos, perguntando e debatendo em quem votar. Não é brigar por política, é obter informações diferentes, e passar a informação que temos. Mas com certeza, o voto é o evento da execução nesse caso.
Check (Verificar)
Depois do candidato escolhido, vem a etapa onde devemos verificar o que é feito. O candidato que ganhou aqui, como todos os outros, tinha um jornal com suas propostas, guardamos uma cópia, e agora, teremos que acompanhar, juntamente com o que ele não se propôs a fazer mas que vai executar durante os 4 anos de governo.
 Act  (Atuar ou agir)
Em quatro anos, teremos nova eleição, e esse será o momento de atuar, verificar se  o controle executado mostrou que o trabalho foi bem feito, e esse candidato, que foi prefeito por 4 anos, deve continuar. Se o trabalho foi ruim, só nos resta tentar outro candidato. Se foi bom, e vale a pena dar mais 4 anos, vale debatermos com nossos amigos incentivando a permanência dele, e sugerindo as mudanças necessárias.

Fiz questão de apresentar esse tópico, porque realmente acredito que a qualidade está inserida na vida das pessoas, e que o PDCA pode ajudar inclusive a melhorar a qualidade do voto do cidadão.

Mas não é tarde ? Como vou usar o PDCA?

Não, a eleição já passou (para as cidades com apenas o primeiro turno), mas a fase de planejamento é a que leva mais tempo, passe os próximos 4 anos, observando prefeito e vereadores, comportamentos, notícias, atitudes e principalmente, a conduta perante os problemas e desafios da sua cidade.
Planeje escolhendo seu candidato, execute votando discutindo com seus pares as eleições, verifique se as promessas estão sendo cumpridas e o trabalho executado. E se a coisa não caminhar como esperado, atue e mude de acordo com um novo planejamento.
Seja um cidadão de qualidade, comece executando o PDCA para votar.

Atualizado dia 02/03/2022

Sobre o autor (a)

7 comentários em “O PDCA para votar nas eleições”

  1. Muito boa a analogia. É muito bom ver posts como este, que mostram que os princípios de processos de qualidade não são princípios que podem ser apenas aplicados à ambientes de trabalho. 
    É através de analogias como esta que podemos perceber que o PDCA é derivado de uma observação, por vezes até simples, de como devemos executar nossas ações no dia-a-dia, dentro e fora do ambiente de trabalho.

  2. Bom artigo, apenas uma consideração, o C do PDCA refere-se a faze do “Check”, onde o sentido não é de controle, mas sim de análise das informações e resultados gerados durante a execução (DO). Controlar tem o sentido do C e do A, ou seja, controle é quando medimos e agimos para obter um resultado desejado. 

    1. Bom dia Neville,

      está certo, no lugar de Control é Check mesmo, escrevi o post se revisitar a literatura isso acabou passando, o sentido permanece o mesmo, mas a literatura apresenta como check mesmo, já corrigi.

      Obrigado pelo comentário, fique a vontade para comentar

  3. Lidiana Zocche

    Muito bom e criativo seu post. Usar o PDCA para este fim se encaixa perfeitamente, já que a qualidade se insere muito bem no que queremos de nossos candidatos.

    Fica a dica para a próxima eleição!

  4. Parabéns pelo Post Jeison! 
    Excelente analogia, o uso do PDCA para votar proporcionará a melhoria continua nos cargos de governança, que neste caso, é de interesse de todos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog da Qualidade

Artigos relacionados