,

Blog da Qualidade

A sua contribuição para a organização pode ser muito pouco!

contribuição
Vanessa Prado

Vanessa Prado

Você já parou para pensar que a sua contribuição para a organização pode não estar sendo eficaz? Ou o quanto a sua contribuição tem sido desastrosa para a organização?

É sobre isso que quero falar com você!

A contribuição para uma organização vai muito além de você realizar a sua tarefa, além de você cumprir o seu contrato de trabalho, além de dedicação, vai muito além de ser um bom profissional e especialista no que faz.

Diferente disso, a contribuição efetiva carrega o compromisso e responsabilidade com o desempenho da organização em todos os níveis (operacional, tático e estratégico) e, para isto, não basta concentrar os esforços no que você precisa fazer para entregar seu trabalho, mas sim, no que a organização precisa para alcançar resultados efetivos.

Lançamento LGPDONE

Escrever esse artigo me remeteu a uma situação que vivenciei ao implementar, pela primeira vez, o Sistema de Gestão da Qualidade em uma das empresas que trabalhei. 

Foi quando me deparei com a profundidade do ato de contribuir porque naquele momento não bastava que APENAS EU conhecesse a norma ISO 9001, as ferramentas, a sistemática e a dinâmica dessa implementação. 

Foi essencial para o sucesso que eu me comunicasse mais do que nunca em todas as áreas e em todos os níveis, foi preciso me desapegar de experiências passadas para viver o novo e me desenvolver, foi fundamental compartilhar incessantemente todo meu conhecimento e foi determinante o suporte e apoio aos colegas que estavam diante do desconhecido formando uma equipe forte onde todos foram parte indispensável para alcance do objetivo maior da organização.

Percebe a riqueza e profundidade do ato CONTRIBUIR?

Você já se perguntou: “Qual a contribuição que posso dar para influir significativamente no desempenho e nos resultados da instituição em que trabalho?”

Pois bem, irei aqui destacar 5 formas de contribuir efetivamente para sua organização:

  1. Comunicação: comunique-se em todos os níveis para conhecer e compreender como o seu trabalho pode impactar positivamente no resultado do outro. Os esforços coletivamente reverberam para um resultado maior.
  2. Trabalho em equipe: produza resultados coletivamente. Tendem a ser mais eficazes e assertivos considerando a diversidade de conhecimentos e habilidades que há num grupo coeso. Trabalhe em sintonia de parceria e não de hierarquia.
  3. Autodesenvolvimento: carregue consigo um inconformismo natural e exija de si evolução, assumindo a responsabilidade sobre quem quer se tornar.
  4. Desenvolvimento de outros: através do exemplo a tendência é que produza estímulos para os outros se desenvolverem também, exercendo a influência “do bem” em todos que estão ao seu redor. 
  5. Foco: concentre-se no que realmente importa! E aqui, quero dizer que o que realmente importa na contribuição, são as relações humanas. Que as relações sejam humanas, porém, pautadas nos resultados que alcançam juntos.

Por fim, convido vocês a refletir sobre a citação de Donald J. Wheeler:

“A melhor análise é a mais simples, desde que ofereça o entendimento necessário”. 

A minha reflexão é a seguinte: parece simples até ser colocado em prática, então, não perca tempo, comece agora!

Idealizado por Forlogic | www.forlogic.net
Saiba mais sobre qualidade em http://ferramentasdaqualidade.org/
Conheça nossos softwares:
Gestão da Qualidade https://qualiex.com/ | Gestão da Metrologia https://metroex.com.br/

 

Sobre o autor (a)

Blog da Qualidade

Artigos relacionados

Próximo evento Forlogic!

Conheça nossos canais

Conheça o que CEOs e especialista nos assunto estão fazendo para desenvolver as estratégias de suas empresas

Planejamento Estratégico | Transmitido ao vivo em 21 de jan. de 2021

Qualicast - O Podcast da QUALIDADE

19 de março de 2021 | 55 min

Academia da Excelência