,

Blog da Qualidade

Liderança Justa e Muito exigente e o Sistema de Gestão

lideranca-e-o-sistema-de-gestao1
Jeison

Jeison

Website | + posts

Sou co-fundador da ForLogic Software, hoje atuo com gente, cultura e gestão. Sou um dos criadores do Qualiex, do Qualicast (o 1º Podcast nacional focado em qualidade), criador do Blog da Qualidade (o maior blog sobre Qualidade do Brasil). Tenho orgulho da empresa esquisita que construímos, do que fazemos aqui e principalmente das pessoas que trabalham comigo. Sou mestre em Engenharia da Produção pela UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), pai, empreendedor, e um inconformado de plantão! Acredito na responsabilidade do indivíduo, no poder da qualidade e que podemos fazer diferente. Se quiser trocar ideias pode ser via Twitter, Facebook , Linked-in ou mesmo pelo meu e-mail [email protected]

Costumo dizer que sem liderança a qualidade não floresce. Ela pode até acontecer, mas é um lampejo, um acidente. Vale lembrar que Qualidade não é certificado, ela tem um propósito. Defendo, ainda, a qualidade de verdade, que muitas vezes está entendida da maneira errada. Por isso, hoje, eu decidi falar sobre a importância do liderança justa e muito exigente no sistema de gestão de qualidade.

Hoje, vou explicar, aqui, como a liderança cria esse contexto para desenvolver um cenário de qualidade de verdade. Conhecendo o anexo SL, estrutura de alto nível da ISO, sabemos que um item inteiro dedicado a liderança. Ele é muito bem explicado nesse artigo da Monise e quero conectar isso com a importância do líder ser muito exigente.

A liderança é a responsável pelo sistema de gestão da empresa. E, aqui, esqueçamos por um minuto a certificação e vamos focar no que realmente importa: a entrega de produtos ou serviços de qualidade. (recomendo que você leia os dos primeiros links que citei)

webnar-05-passos-para-o-mapeamento-de-dados-no-seu-sistema-de-gestao-horizontal

Comprometimento

Os líderes muito exigentes e justos que abordamos anteriormente são o único caminho para a construção de uma organização que vive a qualidade. O líder é o responsável pelas pessoas da equipe e por elas se comprometerem com o resultado de suas ações e, por ser o responsável pelo resultado do trabalho, ele deve ser muito exigente. 

Um líder muito exigente não abre mão dos processos, por exemplo, pois sabe que é a única coisa que pode garantir a repetibilidade necessária para gerar valor e promover melhorias de maneira contínua.

Foco no cliente

O bom líder sabe que o foco no cliente é o caminho para geração de valor da verdadeira qualidade. Ele sabe que os requisitos implícitos e explícitos são o caminho para esse valor.

Assim como sabe que a única garantia da continuidade do negócio é o AUMENTO da satisfação do cliente, isso mesmo, aumento, não a manutenção.

Política adequada

A liderança que deve definir a política da qualidade. Todo a equipe pode (e deve) ser ouvida, mas a liderança é quem deve ser responsável por desenvolver e comunicar essa política. E, aqui, vale ressaltar que, além de comunicada pelo líder, a política deve ser entendida pela equipe toda. 

Por mais que pareça um trabalho “administrativo”, isso significa deixar claro e direcionar a empresa em relação a qualidade. É a definição de “como entendemos e vivemos a qualidade por aqui”. Esse aspecto tem um papel fundamental na direção do negócio.

Responsabilidade e autoridade

O líder é o responsável pelo resultado do seu trabalho e a sua principal função é obter resultado por meio da sua equipe. Ele ainda deve atribuir responsabilidades ao time, assegurar execução dos processos e seus resultados e nunca perder o foco no cliente.

Deve, ainda, trabalhar para que o sistema de gestão da empresa seja íntegro e que as mudanças não afetem de maneira negativa a qualidade das entregas, logo o cliente.

O líder Justo e muito exigente e o sistema de gestão

Para quem conhece ou leu os links citados, já percebeu que eu estou abordando, por alto, tudo que um líder deve fazer segundo a ISO9001. E, realmente, é muito trabalho, por isso, o papel central do líder na construção de uma qualidade efetiva. Esta, ajuda a empresa a alcançar os objetivos que ela mesma propôs.

É engraçado que muitas pessoas tentam desconectar a boa gestão dos sistemas de gestão como ISO9001, e, para mim, isso é impossível. A norma traz ótimas orientações para uma liderança efetiva.

Olhando assim, parece muita coisa para os líderes da organização certo?

E a alta direção?

O que faltou dizer é que todos esses itens que eu abordei são recomendados na ISO9001 para a alta direção. Sim, ela pode definir responsáveis por desdobrar o trabalho, esse trabalho de liderança do negócio é dela.

A alta gestão, ficar em torno de uma mesa, “cobrando” mudanças das pessoas, não vai construir a qualidade que o cliente espera, agora, liderar o time de maneira justa e muito exigente, isso vai.

Por isso o primeiro líder Justo e Muito exigente da empresa, deve ser o presidente, ou o CEO. Logo isso deve se alastrar para seus diretores, gestores e encarregados, e isso nada tem de conflito com a ISO9001, muito pelo contrário.

Tudo que uma empresa precisa é direcionar os esforços do seu sistema de gestão para a geração de valor, cumprimento do propósito e construção do futuro, e isso é liderar de verdade um negócio.


Idealizado por Forlogic | www.forlogic.net
Saiba mais sobre qualidade em http://ferramentasdaqualidade.org/
Conheça nossos softwares:
Gestão da Qualidade https://qualiex.com/ | Gestão da Metrologia https://metroex.com.br/

Sobre o autor (a)

Blog da Qualidade

Artigos relacionados

Próximo evento Forlogic!

Conheça nossos canais

Conheça o que CEOs e especialista nos assunto estão fazendo para desenvolver as estratégias de suas empresas

Planejamento Estratégico | Transmitido ao vivo em 21 de jan. de 2021

Qualicast - O Podcast da QUALIDADE

19 de março de 2021 | 55 min

Academia da Excelência