Sistemas de gestão

Análise crítica de certificados

Imprimir artigo
Redefinir

Todos os instrumentos de medição são passíveis de erros que ocorrem em função de sua construção, uma vez que ela nunca é perfeita. Com isso, temos que periodicamente, avaliar se os instrumentos de medição que utilizamos em nossas atividades diárias apresentam resultados confiáveis e adequadas para que possamos tomar decisões.

Para que possamos avaliar de forma crítica os certificados de calibração, é necessário definir resultado confiável. Podemos dizer que, um resultado é confiável quando este possuir repetitividade e reprodutibilidade relacionado a uma determinada medição e seu respectivo critério de aceitação. E porque relacionar a repetitividade e reprodutibilidade de um instrumento ao critério de aceitação? Todas as medições que realizamos há uma incerteza associada a qual, devemos considerar. Caso esta incerteza esteja fora do critério de aceitação determinado para o instrumento, este não terá repetitividade e reprodutibilidade para a execução da medição em questão, motivo pelo qual, é altamente recomendável a utilização da incerteza da medição.

Um ponto a ser observado. Quando falamos em critério de aceitação para um instrumento de medição, este sempre deverá estar associado a uma determinada medição.

De forma prática, vamos a um exemplo. Nossa pressão arterial é medida com um esfigmomanômetro sendo que, esta deve variar de 80 milímetro de mercúrio a 120 milímetro de mercúrio. Se esta variação for superior ou inferior aos citados valores, devemos ser medicados, porém, qual é o limite aceito para  esta medição? Ou seja, se lermos 125 mm de mercúrio, deveremos ser medicados?

Em suma, para que possamos dar inicio a análise crítica de um certificado de calibração, devemos saber qual o critério de aceitação do instrumento.

Alguns pontos são necessários para que possamos analisar de forma crítica um certificado de calibração, como:

  1. clareza das informações;
  2. informações declaradas;
  3. compatibilização de valores;
  4. número de pontos medidos ao longo da faixa de medição;
  5. procedimento adotado, dentre outros.

Devemos observar que, a análise crítica de um certificado de calibração possui como objetivo, não só identificar se o documento foi emitido com todos os tópicos determinado por uma norma ou se os valores são apresentados de forma correta, mas principalmente saber se o instrumento de medição, relacionado a este documento, esta apto ao uso relacionado a uma dada medição.

Iniciamos com este post uma série de quatro posts sobre análise crítica de certificados de calibração, e em tópicos futuros, iremos tratar de forma mais detalhada questões relacionadas a repetitividade, reprodutibilidade, incerteza da medição, critérios de aceitação e suas relações.

Autores

Comentários

Posts Relacionados

← Post mais recente
Definições de qualidade e qualidade de produto