Cultura organizacional

Porque terminar o planejamento estratégico sem festa

Foto do time Forlogic na Casa da Criança, ação que encerrou o Planejamento Estratégico 2019.
Imprimir artigo

Neste sábado, dia 26 de janeiro de 2019, nós encerramos nosso “divertimento estratégico”. Essa é uma atividade que você deve conhecer por aí como Planejamento Estratégico, mas nós chamamos de outra forma. Não, não é só o nome que é diferente e ainda vou falar mais sobre isso, mas hoje, vou te contar como foi o encerramento e porque fizemos assim.

Vou começar pelo fim, explicando porque uma empresa pode terminar seu planejamento estratégico sem uma festa e, no lugar disso, fazer algo que tenha muito mais significado.

Nós não somos muito de doações, ou de filantropia. Nós aqui da ForLogic (uns chamam de ForLogickrs, outros de turma esquisita da ForLogic) somos pessoas de ação. Nós gostamos de atuar na mudança do mundo e não de financiá-la. Detalhe: não há nada de errado em quem financia, a diferença é que nós gostamos de financiar e fazer também, só isso.

O problema era o final

Eu tinha um problema: quando falamos do encerramento do divertimento estratégico, o óbvio seria uma festa. Talvez trazer alguém para fazer mágica, palhaçada, sei lá. As pessoas já esperavam algo “divertido”. Mas eu tinha outra coisa em mente, eu queria que fosse alegre, mas tinha que alegrar outros, fazer bem para alguém. Podia ser divertido, mas tinha que fazer bem para alguém.

Então surgiu a ideia: vamos visitar a Casa da Criança!

Chamei o Fabinho, líder da nossa área de metrologia. Uma pessoa incrível que já está na ForLogic há mais de 10 anos e, além de ser meu amigo, é muito competente. Chamei e falei da ideia, era segunda-feira e o encerramento seria no sábado. Perguntei: Precisamos fazer algo, você agiliza isso?

Ele topou o desafio e montou um time: Pablo, Carol, Jean… Mais um monte de gente, e foram à luta.

Flavio Tavares e quem vai construir o amanhã

O nosso divertimento estratégico estava chegando ao fim. Era sexta-feira pela manhã (sim, tivemos uma semana de planejamento estratégico), e hoje quem iria falar com a gente era o Flávio Tavares.

Meu amigo Flávio é da Golsat e do Instituto Parar, e eu pedi para ele vir falar com o time sobre propósito, valores e liderança. O cara tem uma generosidade do tamanho do mundo, veio na sexta-feira e fez todo mundo chorar falando do líder que constrói o amanhã, e sobre como ele deve estar centrado nas pessoas.

Ele trouxe alguns exemplos pessoais dele e do seu filho que emocionam até agora, só de lembrar. Exemplos esses que todo pai tem, mas que muitos de nós pais, às vezes não damos bola ou simplesmente não percebemos. O Flávio, com a sensibilidade dele, significa, anota e nos conta com maestria.

Uma conexão divina

Era como se o Fábio e o Flávio tivessem combinado o que ia acontecer na sexta-feira. O Flávio veio e trouxe toda aquela carga sobre propósito de vida, quem constrói o amanhã, e ilustrou isso com coisas do filho.

À tarde, o Fábio trouxe o Senhor Domingos, administrador da Casa da Criança, uma entidade que abriga crianças em situação de risco, aqui da nossa cidade. Essas crianças vão para lá quando a família não tem condições de cuidar ou mesmo quando existe ausência de familiares.

O Senhor Domingos contou como é a rotina das crianças lá. Contou alguns casos de adoção bem-sucedidas, e se emocionou (emocionando muita gente também) quando contou como se sente quando alguma das crianças vai embora.

Depois disso, o Fernando, líder do Gente (nós chamamos o “RH” de “Gente” aqui na ForLogic), contou a história de uma criança que cresceu lá na Casa da Criança. Essa criança não foi adotada e saiu da Casa com 18 anos, constituiu família, teve filhos e netos.

Todos ouviram, inclusive o Senhor Domingos, com muita atenção.

Ao fim dessa história, essa criança era o pai do Fernando, nosso colaborador. Hoje, trabalhando na ForLogic, o Fernando tem uma ligação direta com a Casa da Criança. E nós, a princípio sem saber desta história, estávamos nos organizando para ir lá no sábado. Alguns olhos encheram de água novamente.

Construir futuro é construir o presente

Confesso que fiquei emocionado e feliz de ver que tínhamos escolhido passar a manhã de sábado toda brincando, jogando bola, pintando e conversando com essas crianças. São crianças que vão ser futuro em breve. Inclusive, elas são lindas e muito divertidas, além de ter um pique incrível.

Alguns serão aqueles líderes que o Flávio falou, que vão construir o amanhã centrados nas pessoas. Outros vão contribuir das mais diferentes formas para uma sociedade, que pode ser no futuro, algo muito melhor.

Foto do time Forlogic na Casa da Criança, ação que encerrou o Planejamento Estratégico 2019.

Time ForLogic e suas famílias na Casa da Criança, ação que encerrou o Planejamento Estratégico 2019.

Toda empresa existe para gerar riqueza enquanto contribui para a sociedade, Deming já defendia isso. Eu acredito nisso desde que começamos a empresa. Nossa ação é muito pequena, quase nada, mas é uma ação na direção de valorizar essas crianças. Para que, além de gerar riqueza para sociedade com nosso trabalho e alegrar um sábado das crianças, tenhamos pessoas (colaboradores e familiares) conectados em construir uma sociedade melhor.

Esse sábado me lembrou porque eu amo meu trabalho, porque nós fazemos o que acreditamos e não o que simplesmente funciona, e também como é bom ter pessoas com autonomia e valores trabalhando comigo. Eu não liderei nada, eu só pedi ajuda e acompanhei o movimento das pessoas que trabalham comigo, e tudo foi simplesmente sensacional.

E por que terminar o planejamento estratégico sem festa?

Voltando ao título, não existe festa que eu faça que traga o significado que a sexta e o sábado tiveram. Festas são muito legais, nós adoramos; comemos, bebemos e rimos! Mas fazer algo que tenha significado para alguém alegra o coração e isso dura por muito tempo. Nunca vi ninguém mais engajado depois de uma festa, agora, ações como essa mudam tudo!

Obrigado a todos os meus colaboradores, amigos e aos seus familiares que puderam contribuir para que esse dia de significado acontecesse. Dar algo, doar, é fácil. Agora, dedicar um pedaço da sua vida, um sábado, é bem diferente e tem muito mais significado. Eu tenho muito orgulho de poder conviver com vocês!

Ps. I – Um obrigado especial ao meu amigo Flávio Tavares, pela generosidade de vir até aqui encantar todo o nosso time. Valeu irmão!

Ps. II – Na foto não apareceu nenhuma criança apoiada pela casa, só nós da ForLogic e os familiares, não podemos publicar nada (por motivos legais). Esse sábado ficou gravado, mas na nossa memória! 😊

Banner do módulo de getão estratégica do Qualiex

Autor

Comentários

Posts Relacionados

Fizemos um painel de papel kraft no nosso auditório e fomos formalizando tudo que fizemos durante a semana do Planejamento Estratégico.
← Post mais recente
O melhor planejamento estratégico da minha vida