Blog da Qualidade

webinar ocorrências

Prevenção da Qualidade

Receba Nossa News

Os conteúdos mais legais sobre qualidade, semanalmente em seu e-mail

Todos os dados inseridos aqui, estão resguardados pela Política de Privacidade da ForLogic, totalmente adequada a LGPD e ISO 27001 (Segurança da Informação).

luciana

luciana

+ posts

Analista de Controle da Qualidade
Auditor Líder ISO 9001

Há algum tempo eu falei sobre a qualidade no post “Entendendo a Qualidade“, falei em como aumentar a produtividade em “Sistema de Gestão da Qualidade“, “A evolução do Sistema de Gestão da qualidade” e falei também sobre “Os custos da qualidade“.
Neste novo post, eu vou apontar algumas prevenções (que para alguns são conhecidos como custos da prevenção) com as quais a organização precisa se preocupar e que através de seu Sistema de Gestão de Qualidade, buscar fazer correto da primeira vez e mantendo a sua conformidade. O que eu quero dizer com isso? Se uma organização se preocupa com o seu processo, com o que produz de produtos ou serviços corretos, de forma consistente e de acordo com o planejado, de certo ela estará contribuindo para que este seja um ?Processo Conforme?. Vamos lá!

PREVENÇÃO

 Um processo de produção é denominado ?Processo Conforme? quando ele produz produtos ou serviços corretos, de forma consistente e de acordo com o planejado.
Ações voltadas a Prevenção e ao monitoramento anterior à produção de produtos ou serviços para garantir a sua conformidade, são considerados como sendo Custo da Qualidade.
Através de ações preventivas, o custo da Qualidade diminui, à medida que o índice de ?conformidade? aumenta e há uma redução de desvios.
Vejam alguns exemplos onde podemos considerar os custos da prevenção:

  • Planejamento da Qualidade;
  • Desenvolvimento de novos produtos;
  • Treinamento da força de trabalho ? Qualificação e Capacitação;
  • Controle do processo;
  • Planejamento, desenvolvimento, administração e manutenção do sistema da Qualidade;
  • Análise e aquisição de dados dos sistemas de gestão;
  • Controle e revisão de projetos;
  • Calibração de instrumentos e validação de resultados;
  • Suporte aos recursos humanos;
  • Aquisição de Normas e novos equipamentos;
  • Implementação de Círculos da Qualidade;
  • Concepção de métodos para melhoria da Qualidade;
  • Manutenção preventiva dos equipamentos;
  • Criação, implementação e revisão de processos e procedimentos.

No próximo post vou falar um pouco sobre Custo de Avaliação, que são os gastos com atividades desenvolvidas na identificação de unidades ou componentes defeituosos antes da remessa para os clientes internos ou externos.
Espero que tenham gostado! ;D

Sobre o autor (a)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Blog da Qualidade

Artigos relacionados

ocorrênias 500x800

deixou de acompanhar as ações de
um projeto e ATRASOU a entrega?

O Qualitfy pode ajudar