Blog da Qualidade

BSC não é Planejamento Estratégico!

Receba Nossa News

Os conteúdos mais legais sobre qualidade, semanalmente em seu e-mail

    Todos os dados inseridos aqui, estão resguardados pela Política de Privacidade da ForLogic, totalmente adequada a LGPD e ISO 27001 (Segurança da Informação).

    Jeison

    Jeison

    Website | + posts

    Sou co-fundador da ForLogic Software, hoje atuo com gente, cultura e gestão. Sou um dos criadores do Qualiex, do Qualicast (o 1º Podcast nacional focado em qualidade), criador do Blog da Qualidade (o maior blog sobre Qualidade do Brasil). Mestre em Engenharia da Produção pela UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), auditor líder formado com orgulho pela ATSG na ISO9001 e 22000, pai, empreendedor, e um inconformado de plantão!
    Acredito na responsabilidade do indivíduo, no poder da qualidade e que podemos fazer diferente. Me acompanhe no Linkedin e no Instagram.

    Sim, estamos falando bastante de BSC aqui no blog; e sim, de certa forma isso está ligado ao Planejamento estratégico. Mas o BSC não tem importância alguma ou, pelo menos, tem muito pouca importância perto da estratégia da sua empresa, do planejamento que vocês fazem.

    Esse texto não é para explicar o que é o BSC, ou mesmo como definir seus objetivos estratégicos. Esse artigo é para explicar que o BSC NÃO É O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. Vamos lá!

    Não é Planejamento estratégico? Então pra que serve?

    Certa vez ouvi alguém dizer que usou o BSC para fazer o planejamento estratégico da empresa, e eu fiquei pensando: “Como isso é possível? O BSC não serve para isso”. O BSC serve para construir um mapa significativo dos seus objetivos, indicadores e para distribuir os seus projetos. Já o planejamento estratégico deve levar em conta o Contexto da Organização, as Partes Interessadas e as informações que você e sua equipe tem, ou seja, é algo muito mais amplo.

    O Balanced Scorecard serve para apoiar a condução da estratégia, mas ele não garante uma boa estratégia, esse trabalho é seu ou de algumas pessoas aí na sua empresa. É comum as pessoas delegarem um bom planejamento para a ferramenta, como se ela é quem definisse as coisas. Nunca cometa esse erro! Se você não entender do seu negócio e, principalmente, do problema que você resolve, a chance de você falhar miseravelmente é enorme, mesmo usando o BSC.

    Pense no BSC como um guia, um “passo a passo”, um PDCA (pra gente que é da qualidade). O BSC é isso, é um método que te ajuda a medir se os esforços que você tem feito realmente tem colocado sua empresa no caminho que vocês definiram, para ver se as coisas estão evoluindo.

    Mas eu preciso ou não ter um plano?

    Um ponto que quero ressaltar aqui é que, na minha opinião pessoal, fazer planejamento é infinitamente mais importante que ter o plano. O Planejar é um evento que serve para promover reflexões e aumentar sua consciência. Ele, por si só, te habilita a pôr suas ações no rumo certo, te induz a criar conhecimento e desenvolver competências. O plano geralmente é um resultado que vira papel em uma gaveta.

    O BSC ajuda você olhar o seu plano, mas também a planejar sempre. A definição da sua estratégia é sempre o mais importante, faça-a da maneira que você quiser fazer, seja ou não com planejamento estratégico (sim, existem outras maneiras). Porém, lembre-se de que ela precisa ser bem construída, com sentido, analisando todas as informações (Contexto da Organização, Partes Interessadas e etc.) com conhecimento e envolvendo as pessoas. E, feito tudo isso, se sua estratégia for boa, um bom BSC vai ajudar, e muito, sua empresa seguir esse caminho.

    Planejamento não tem data nem hora para acabar

    Uma das práticas do BSC que me agrada muito é a RAE (Reunião de Análise da Estratégia). Nela você revisita seu plano todo mês (isso para aqueles que o fazem de forma mensal), e isso tem muito a ver com planejar, não com plano. Se você havia definido algo, quando você revisita o “plano”, pode mudar tudo, propor ações, projetos, tarefas, para colocar as coisas nos trilhos do jeito que você acredita. Isso é planejamento de verdade, garantir que os esforços estão sendo direcionados para a estratégia.

    A estratégia está viva

    A estratégia deve ser viva, ela deve acontecer no dia a dia e o BSC ajuda você a olhar periodicamente para objetivos estratégicos, indicadores e projetos. Isso faz com que os objetivos estratégicos sejam muito mais que um documento formalizado.

    Se você tem uma boa estratégia, que pensa nas finanças, nos clientes, nos processos e nas pessoas, se você olha isso periodicamente e toma ações para corrigir o curso, realiza projetos para melhorar, me diz, como isso vai dar errado?

    Sobre o autor (a)

    5 comentários em “BSC não é Planejamento Estratégico!”

    1. “Balanced Scorecard serve para apoiar a condução da estratégia”, No meu ver serve como uma ferramenta, ou um conjunto de ferramentas que te apoiam nas tomadas de decisões. Acho que um exemplo claro, seria a A3, é nela que você define os indicadores que vão te levar do estado atual para o futuro, tudo com base no planejamento estratégico.

    2. Regnoberto Lopes Batista

      Olá Jeison,
      concordo contigo, a ferramenta do BSC sozinha não garante um bom planejamento estratégico. Na minha opinião, a verdadeira e clara definição da alta direção no que deseja (diretrizes), alinhada com a utilização das ferramentas certas de gestão, e com o engajamento dos líderes, vai determinar o sucesso do PE.

    3. Pingback: O que o Planejamento Estratégico tem a ver com o Contexto da Organização - Blog da Qualidade

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Blog da Qualidade

    Artigos relacionados

    WEBINAR GRATUITO

    Colocando a criatividade em prática no planejamento estratégico

    Dias
    Horas
    Minutos