Ferramentas da qualidade

A diferença entre Eficiência e Eficácia

imagem com dois bonequinhos de desenho animado. Um em uma mesa trabalhando feliz e o outro na outra mesa dormindo. Essa imagem representa o artigo sobre a diferença entre eficiência e eficácia
Imprimir artigo
Redefinir

Já faz algum tempo que a diferença entre eficiência e eficácia tem confundido muitos profissionais. Eu mesma nunca havia parado para pensar nisso, até que um dia, surgiu a dúvida aqui no blog.

Então, resolvi me aprofundar sobre o assunto, escrever esse artigo para entender o conceito e poder ajudar você, caro leitor. Para saber qual a diferença entre as duas, vou começar explicando cada uma delas.

 Vem comigo!

O que é eficiência

Antes de explorar um pouco mais esse conceito, decidi dar uma olhada no dicionário priberam e foi isso que eu encontrei:

e·fi·ci·ên·ci·a

(latim efficientia-ae)

 

substantivo feminino

 

1. Qualidade do que é eficiente.

 

2. Capacidade para produzir realmente um efeito.

 

3. Qualidade de algo ou alguém que produz com o mínimo de erros ou de meios. = COMPETÊNCIA ≠ INCOMPETÊNCIA

Pensando nessa definição, eficiência consiste basicamente em fazer algo utilizando a menor quantidade de recursos possível. Por exemplo, você tem um projeto para realizar aí na sua empresa. Executá-lo de forma eficiente é fazer isso com o menor número de recursos possível, no menor tempo, com o menor número de pessoas, menos investimento etc.

Eficácia

Bom, eu também vou colocar aqui o significado que o dicionário traz sobre essa palavra:

e·fi·cá·ci·a

(latim efficacia, -ae)

substantivo feminino

 

1. Força latente que têm as substâncias para produzir determinados efeitos.

 

2. [Figurado] Virtude de tornar .efetivo ou real.

 

3. Força (de produzir efeitos).

Seguindo essa linha de raciocínio, a eficácia está ligada a atingir os objetivos sem poupar recursos financeiros, pessoas, investimentos; assim, ser eficaz está diretamente ligado a atingir o objetivo, não importa como.

Dessa forma, as chances de que um projeto seja eficaz sem definir um resultado esperado são impossíveis, pois, ser eficaz é atingir o resultado esperado. Assim, somente a partir dele, podemos planejar como vai ser a estrutura do projeto (começo, meio e fim), quais pessoas eu vou incluir nele, quais recursos vou utilizar etc.

Mas, Pri, como fica isso na prática?

Vou dar um exemplo que aconteceu comigo no final de 2019.

Fim de ano é sempre bem corrido na faculdade, e naquela loucura de trabalhos e provas, eu me vi finalmente com o último trabalho para ser entregue. O trabalho era em dupla e o objetivo era criar um túnel do tempo das escolas literárias, então, chamei minha amiga na sala e disse para cada uma ir fazendo uma parte e a gente ia se ajudando.

Decidido isso, começamos o trabalho. Eu passei na papelaria, comprei cartolinas, canetinhas, imprimi fotografias dos autores e fui fazendo, demorei 3 dias para terminar a parte do meu projeto, mas terminei. Ou seja, eu fui eficaz! Cheguei ao meu objetivo, não me importei com recursos, tempo, eu apenas estava focada em entregar aquele resultado e ficou muito bom!

Já a minha amiga, no primeiro dia me mandou uma foto do projeto dela. Ela não passou na papelaria comprar canetinhas, não comprou cartolinas, ela simplesmente fez uma montagem no photoshop, imprimiu em uma folha A3 e ficou muito bom, ou seja, ela poupou muitos recursos (tempo, dinheiro, esforço físico, etc), mas entregou um projeto incrível, assim como o meu. Ela colocou empenho nisso, fez de uma forma detalhada, sendo assim, ela foi muito eficiente!

A questão é: nós chegamos aos objetivos que nos propomos a atingir: entregar o projeto. Além disso, ambas entregamos um resultado muito satisfatório, porém, o caminho que trilhamos para chegar até ele foi diferente. Ou seja, aqui fica muito claro a diferença entre eficiência e eficácia!

Eficácia não é sorte

Ser eficiente não significa que automaticamente vai ser eficaz. Muitas vezes, podemos ser eficientes e não eficazes (ou vice-versa).

Vejo algumas empresas buscando lucros e resultados, muitas vezes focando apenas na eficiência dos processos, ou apenas na eficácia. E bom, aqui vai uma dica: é mais do que claro que ambas são importantes para os processos e para que qualquer empresa alcance resultados melhores.

Assim, devemos criar estratégias de ação, planejar cada passo a ser dado e analisar todos os resultados esperados. Dessa forma, conseguiremos manter tanto a eficiência quanto a eficácia em alta nas organizações.

Eu espero que você tenha conseguido entender a diferença entre eficácia e eficiência, e qualquer dúvida ou opinião, é só deixar um comentário aqui pra gente ou entrar em um dos nossos grupos de discussão do Viver Excelência! 😉

Agora me diz, aí na sua organização, você tem dado mais atenção em ser eficiente ou eficaz?

Autor

Comentários

Posts Relacionados

Imagem de um homem de terno e gravata preto e no lugar da sua cabeça, tem um monte de tintas simbolizando o artigo sobre implantar-uma-norma-iso-de-inovacao
← Post mais recente
Faz sentido implantar uma norma ISO de inovação?