5 pilares para uma boa gestão estratégica

Imagem do mapa estratégico da forlogic. Essa imagem simboliza o artigo sobre gestão estratégica

Olha eu novamente aqui gente! Quero compartilhar algo que tem me chamado atenção em nossa caminhada: gestão estratégica. E começo com uma pergunta….(duas vai..rsrs)

Faz sentido planejar e não gerir? Isso não seria desperdício? 

Pois é, quero dizer que já estive nesta situação (sem saber a diferença) e reconhecendo-a tratei de sanar. Sabendo que o desafio da gestão é maior do que o ato do planejamento em si, aponto alguns pilares que são norteadores.

Antes disso (não fiquem chateados rsrs), precisamos entender qual o conceito adotado quando falamos sobre gestão estratégica.

Segundo Yoji Akao, gestão estratégica é o sistema gerencial onde as mudanças no ambiente são visualizadas e as atitudes são tomadas de acordo. Isso nos leva a reconhecer o fator fundamental da gestão, que é a ação que nos move após conhecer o cenário posto.

Os 5 pilares da gestão estratégica

1 – Formulação Estratégica 

É aqui onde muitos param. O desafio nesta fase é construir o direcionamento após uma série de análises internas, externas e setoriais. E a partir de um “norte verdadeiro” (não poderia deixar o lean de fora né?) pergunta-se o porquê de ainda não termos alcançado tal objetivo e a segunda etapa inicia-se.

2 – Desdobramento da Estratégia

A sequência de porquês, desce na hierarquia (ou nos times ágeis,  squads em organizações mais horizontalizadas). A grande entrega dessa fase é (ou deveria ser) as causas (raízes de preferência), que nos orientam a definição dos principais objetivos “funcionais”.

3 – Orçamento Empresarial

Aqui, já sabendo o que fazer e reconhecendo que temos um custo para entregar, tudo isso é de extrema importância para que um orçamento empresarial nasça sob a hipótese de não termos as bases financeiras necessárias para o alcance dos resultados. Afinal, muitos são os sonhos, mas temos que saber se teremos como aportar capital para todas as ações (sejam elas internas ou externas).

4 – Metodologia de Acompanhamento

Se muitos param na formulação, imagine o quão difícil é essa fase. Ausência de processos definidos sobre como diligenciar todos os objetivos estratégicos, tratar os desvios e conectar isso com o gerenciamento da rotina se fazem presentes em boa parte das empresas. Sem falar em cultura viu gente? (aqui é ponta para outro bate papo nosso)

Isso pode ser moroso ou pode ser mais ágil?

5 – Suporte Tecnológico

Esse é o último pilar comentado neste artigo, mas não o menos importante… aqui entra a força do suporte que a tecnologia nos traz. Possuir uma ferramenta integradora, não só para a formulação estratégica, mas de conexão entre ela e os aspectos processuais e de gestão de anomalias que certamente irão surgir é mais que necessário. 

Método e Tecnologia

Aqui na Brain Engenharia, construímos um framework que integra essa sistemática. As bases de uso estão sendo suportadas pelo Qualiex. Se tornou mais fácil conectar pessoas, ações e o caminho é árduo, mas nos sentimos cada vez mais preparados para os desafios que iremos enfrentar.

E você? Como está?… ainda na Formulação Estratégica? Sugiro que busque o feito ao invés do perfeito mas não fique parado! Aprenda com os erros e continue na busca pela excelência na gestão!

Lembrando que o FestQuali pode ser uma fonte de qualificação e inspiração para esse momento. Quem sabe não é aquilo que faltava para sairmos da cadeira e agir!

whatsapp

Receba as melhores notícias do dia por WhatsApp.

Clique aqui e confira nossos grupos!