Blog da Qualidade

A excelência, o feito e o perfeito: o que é melhor?

Receba Nossa News

Os conteúdos mais legais sobre qualidade, semanalmente em seu e-mail

Todos os dados inseridos aqui, estão resguardados pela Política de Privacidade da ForLogic, totalmente adequada a LGPD e ISO 27001 (Segurança da Informação).

Monise Carla

Monise Carla

Auditora Líder ISO 9001:2015, ISO 22000:2018 e ISO 31000:2016. Redatora do Blog da Qualidade e Especialista de Comunicação no Qualiex! Eu ajudo profissionais a resolverem problemas de qualidade por meio de tecnologia e acredito que esse é o primeiro passo para uma vida de Excelência. Gosto de rock, desenho animado e vejo qualidade e excelência em tudo isso. Não me leve tão a sério no Twitter, mas se preferir, você também pode me encontrar no Facebook e Linkedin.

O feito é melhor do que o perfeito“.

Escutei essa frase uma vez. E alguma coisa nela me incomodou. Depois de refletir um pouco, percebi que era por causa da palavra MELHOR no meio dela. Por mais que seja um gatilho motivador “VAI LÁ, FAÇA!“, você, como cliente desse processo, preferiria receber o feito ao invés do perfeito?

E se recebesse o feito, que não é suficiente, se contentaria com as justificativas:  “PELO MENOS a gente tentou” ou “PELO MENOS a gente fez”.

Ah, mas o feito é melhor do que não receber, ou não fazer, não é?

ORAS, então, a frase deveria ser “O feito é melhor que o nada“!

Por esse motivo, tendo a dizer que não é assim que eu gostaria de lidar com os desafios, sejam eles meus ou os da minha equipe. Talvez, o feito seja melhor do que o perfeito mesmo, mas só se olharmos pra nós mesmos, executantes da ação que, bem ou mal, aprendemos algo com a própria execução, adquirimos experiência ou coisa assim… mas para quem recebeu apenas “o feito”, não tenho “a ousadia” para dizer que foi melhor.

Passado um tempo, ouvi uma variação da mesma frase:

“O feito VEM ANTES do perfeito!”

Me soou melhor! VEM ANTES, me remete a continuidade. Não me parece uma desculpa, mas sim um plano! Algo que planejamos entregar suficientemente usável, mas que ainda tem um caminho para chegar no perfeito. Pode não ser nessa primeira entrega, mas vamos chegar lá. Estamos dando o nosso melhor, estamos nos preparando e vamos conseguir!

Mas de repente me pergunto: O que é o PERFEITO? Perfeito pra quem? Quem poderá dizer que algo é perfeito, que acabou, que não tem mais nada para fazer sobre aquilo?

docs-artigos-1200x175px

Na minha opinião, o perfeito é apenas um ponto de vista. A diversidade de competências e criatividade podem trazer ideias de melhorias que nunca imaginamos. E o que era perfeito, agora pode ser melhorado!

E, dito tudo isso, quero chegar na minha versão desta frase:

O FEITO é o primeiro passo no caminho da Excelência!

Excelência sim, essa fala sobre melhoria contínua. Não existe perfeito, não existe chegada, mas cada passo pode me levar a um lugar onde nunca ninguém esteve!

Com isso, me lembro do manifesto do Viver Excelência, escrito pelo Jeison Arenhart de Bastiani, em uma parte na qual ele fala:

Perfeição é menor que excelência. O perfeito é perfeito segundo algum critério, parâmetro ou definição. Pense: isso é perfeito, ou seja, está no seu melhor. A excelência, diz que esse perfeito, amanhã, pode ser ainda melhor, e trabalha para que isso aconteça. Por esse motivo eu defendo que a perfeição é só uma vaidade, e que a excelência é um exercício disciplinado da busca da evolução, do novo, do melhor, e até mesmo do perfeito. Sempre sabendo que nunca chegaremos lá, mas que estamos sempre caminhando.

O que eu busco não é entregar apenas o feito. O feito, o “pelo menos“, eu vejo em cada lugar que eu saio insatisfeita com o atendimento ou entrega que recebo. E não é sobre um péssimo atendimento que estou falando, estou falando de atendimentos medíocres, que estão sempre na média e não melhoram, porque estão escorados na desculpa do “pelo menos eu tentei.

Buscar viver excelência!

Eu sei que a perfeição é apenas um ponto de vista. Algo que para mim pode ser perfeito, para outra pessoa pode ser incompleto e, às vezes, até mesmo ruim.

O que faz sentido para mim é buscar Viver Excelência a cada dia, a cada entrega, e não parar de melhorar.

Não vou discordar se você me disser: “Mas ninguém faz isso. Por que eu vou fazer?”.

A excelência não é uma chegada, é uma busca. Uma mudança de mindset que não tem a ver com o que os outros fazem, ou pensam, mas sobre o quão capaz você é de entregar hoje algo melhor que ontem. É não aceitar o “vai assim mesmo” ou o “pelo menos…” porque você acredita que dá para fazer algo maior e melhor.

Isso é o que eu busco!

E não, eu não estou pronta. Seguindo o conceito de excelência, nunca estarei, mas cada dia eu cresço um pouquinho mais e posso contribuir um pouco mais com um Brasil que dá certo.

E você, o que busca?

Sobre o autor (a)

24 comentários em “A excelência, o feito e o perfeito: o que é melhor?”

  1. Tem uma casca de banana neste ditado, pois, se o feito é melhor que o nada, qualquer coisa é melhor que o nada!
    E qualquer coisa não tem compromisso com a excelência!
    Excelente artigo, Monise!

    1. Exatamente, @disqus_eT3x7OXS9L:disqus , essa é minha queixa! Se a gente fala de excelência, o feito, deve ser só um passo pra começar uma jornada de crescimento contínuo! Grata pelo feedback. Muito bom te ver por aqui, forte abraço!

  2. Podemos até fazer a seguinte analogia quanto a definição de qualidade, “Perfeição é adequação ao uso” como diz a ISO e os pensadores Juran e Demming, pois como foi dito no texto acima o que é aceito hoje como perfeito ou adequado ao uso amanhã não mais será, a filosofia para se perpetuar no mercado é melhoria contínua sempre.

    1. Pois é Marcio, estamos indo um pouco além da “adequação” aqui, estamos falando de crescer continuamente, de SUPERAÇÃO. Superação de expectativas e superação de nós mesmos para entregarmos algo maior. Com certeza, Juran e Deming partiam da conformidade porque é o básico, mas o próprio Deming acredita na constância do propósito e numa evolução sem limites! Forte abraço!

  3. Orlando Pavani Junior

    Monise, boa tarde
    Está frase vem de nosso treinamento e a correta configuração é: O FEITO VEM PRIMEIRO QUE O PERFEITO, nunca melhor.

    1. Professor Pavani! Sim, você trouxe uma versão da frase que me inspirou a pensar melhor sobre o assunto. Gratidão sem fim por ter te conhecido, ter participado de vários programas que você conduziu, pois ainda não conheço pessoa com valores tão nobres e um conhecimento tão profundo sobre qualidade e excelência. Mas ainda prefiro minha versão da frase! haha. Forte abraço!

  4. Mônica Cruz Delgado

    Essa frase se fez muito presente quando iniciei na área de qualidade e também me incomodava demais! Com o tempo percebi que a intenção era a de partir para a ação e não ficar procrastinando. Excelente tema Monise! Parabéns!

    1. Muito bom Mônica, realmente é uma frase bem comum, muito falada e não sei se tão bem refletida. Mas é importante que nós estejamos alinhados e avançando no caminho da excelência! Forte abraço!

  5. Ah, o futebol. Sempre gosto de fazer comparações: feito é 1 a 0. Perfeito é 10 a 0. Imagina ganhar tudo a 10 a 0. Qual a graça? Estando em um mercado onde não existe concorrência, o perfeito significa estagnação.

    1. Olá Ronaldo! Prazer ver você por aqui de novo! Olha, não sei bem se o FEITO tem a ver com a diferença do placar com o concorrente, até porque acredito que a excelência não tem a ver com a concorrência… é sobre até onde você pode chegar! Independente do que os outros pensam e que pode ser bem maior do que “SUPERAR” a concorrência. Superar a si mesmo é muito mais desafiador e dá muito mais possibilidades de evolução e inovação. Mas no que eu realmente concordo, achar que algo está perfeito é simplesmente “parar”, e excelência tem a ver com movimento! Forte abraço!

      1. Nossa, fico feliz por se lembrar de mim, Monize! A comunidade da Qualidade fez com que eu gostasse bastante do tema e a cara do blog é bem jovem, bem no estilo que curto. Grande abraço!

  6. Já escutei diretores dizendo: Não quero que entregue o ótimo mas sim o bom.
    Imagine se eu fiquei nesta empresa por muito tempo. Empresa que não buscava a excelência, a perfeição.
    Onde fica a melhoria contínua?
    Gostei do seu texto, parabéns.

  7. JOSÉ ARI BASÍLIO CARNEIRO ARI

    Algum tempo atrás ouvi essa mesma frase, fiquei com o mesmo incomodo até hoje, valeu!!!!. Fico a pensar esse pensamento de feito é melhor que perfeito chegando a qualidade dos produtos de uma empresa, acredito que a excelencia é uma busca continua de melhorar amanhã o que é feito hoje com perfeição.

  8. Pingback: Melhoria contínua nos laboratórios de metrologia - Blog da Qualidade

  9. Pingback: Melhoria contínua nos laboratórios de metrologia - Blog da Metrologia

  10. Pingback: Mudanças planejadas e sistemáticas em tempo record - Blog da Qualidade

  11. Pingback: Mapeamento de processos e a qualidade da gestão na saúde - Qualidade para Saúde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Blog da Qualidade

Artigos relacionados

ocorrênias 500x800