Cultura organizacional

Você NÃO precisa de uma Cultura da Qualidade!

voce-nao-precisa-de-uma-cultura-da-qualidade
Imprimir artigo

É uma reivindicação recorrente, talvez seja até a sua: “precisamos implantar a cultura da qualidade aqui na empresa”. Eu já pensei assim, e hoje estou convicto de que não é assim que a coisa funciona!

O primeiro problema é: ninguém consegue definir ao certo o que é uma cultura da qualidade. Essa é uma pergunta difícil de responder, mas quando me perguntam sobre “como implantar essa tal cultura da qualidade?”, eu geralmente respondo:

“A cultura da qualidade não existe. O que existe é a qualidade da sua cultura!”

Antes de trabalhar cultura, trabalhe responsabilidades!

Com isso a responsabilidade não é do “antigo RD”, do departamento da qualidade, ou de alguma consultoria, a responsabilidade é da alta direção e das lideranças.

Qual é a cultura da sua empresa? Se vocês não conversam sobre isso aí, ou não tem ideia do que eu estou falando, nós temos um sério problema. Afinal, a sua empresa vai ter uma cultura, quer você queira ou não, a diferença é que se a liderança não se preocupar com ela, a cultura vai crescer de qualquer jeito! E isso pode ser muito ruim…

Vamos entender o que é cultura.

A cultura da organização, mais do que os valores e condutas que uma organização defende, é a vivencia dos valores e condutas pelas pessoas que estão naquela empresa. Ela é a forma como as pessoas fazem as coisas, deixando mais simples: a cultura é o “jeitão” com que as coisas são feitas na empresa. É o que acontece no dia a dia.

Por isso, se você me diz que não consegue implantar uma “cultura da qualidade”, muito provavelmente isso acontece porque a cultura aí da sua empresa é daquelas que não dão muita bola para a qualidade, não dão valor para o SGQ.

Sendo mais específico, as pessoas não dão bola para a qualidade e tudo bem… Se as coisas saem “mais o menos”, ninguém liga; quando o cliente reclama, tá tudo certo também; quando a liderança se omite, é normal! Ninguém analisa indicadores, ninguém se preocupa com a conformidade, e a vida segue…

Por isso eu preciso repetir que não é a cultura da qualidade que falta, o que falta é a qualidade na sua cultura.

Se sua empresa tem a cultura de fazer bem feito, de buscar excelência e entregar o melhor com os recursos que tem, você nunca vai precisar se preocupar em “implantar a cultura da Qualidade”! Agora… se o seu chefe, ou sua diretoria, ainda acham que esse papo de cultura é “conversa mole”, então vocês têm um problema de verdade para resolver.

Cultura tem a ver com mindset, e isso é um trabalho constante!

Eu fui convidado para palestrar em um evento que fala de qualidade na saúde, e nessa palestra vou falar de cultura. Esse artigo surgiu inspirado nisso. No evento, vou abordar a cultura para falar de qualidade, porque trabalho com isso todos os dias, e sei que se a qualidade for autoritária, impositiva, se ela vier apesar da cultura; a qualidade vai ser um trabalho a mais.

Agora, quando a qualidade acontece por conta da cultura, ou seja, quando a cultura da empresa está diretamente ligada à qualidade, ela passa a ser o jeito certo de fazer o trabalho. E é aqui que os resultados começam a se multiplicar, e muito!

A cultura é um processo incansável, formado por muita ação e reflexão. Esse evento em que vou participar, o 3º Seminário Gestão em Saúde, é uma ótima forma de refletir sobre isso. Se você for da saúde, melhor ainda! Se você puder participar, inscreva-se clicando no botão abaixo:

Se não puder participar do evento, comece a pensar na cultura como a melhor maneira de fazer mudanças significativas e reais no seu sistema de gestão, as mudanças que sua empresa precisa para ser melhor, mais rápida, mais lucrativa e boa para as pessoas trabalharem.

A gente vai ter mais artigos falando sobre esse assunto, mas para encerrar, me conta: e aí na sua empresa? Como é a cultura?

Autor

Comentários

Posts Relacionados

3-Seminario-Gestao-em-Saude
← Post mais recente
[EVENTO] 3º Seminário Gestão em Saúde: alta performance e ino...