Blog da Qualidade

webinar ocorrências

Indicadores como Ferramenta de Gestão

Receba Nossa News

Os conteúdos mais legais sobre qualidade, semanalmente em seu e-mail

Todos os dados inseridos aqui, estão resguardados pela Política de Privacidade da ForLogic, totalmente adequada a LGPD e ISO 27001 (Segurança da Informação).

Jeison

Jeison

+ posts

Sou co-fundador da ForLogic Software, hoje atuo com gente, cultura e gestão. Sou um dos criadores do Qualiex, do Qualicast (o 1º Podcast nacional focado em qualidade), criador do Blog da Qualidade (o maior blog sobre Qualidade do Brasil). Mestre em Engenharia da Produção pela UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), auditor líder formado com orgulho pela ATSG na ISO9001 e 22000, pai, empreendedor, e um inconformado de plantão!
Acredito na responsabilidade do indivíduo, no poder da qualidade e que podemos fazer diferente. Me acompanhe no Linkedin e no Instagram.

Os indicadores de desempenho são poderosas ferramentas de gestão. A partir da revisão da norma em 2000 a ISO 9000 passou a considerar a medição de desempenho como parte integrante do sistema de gestão da qualidade.
Já é um dito conhecido que não é possível gerenciar o que não se pode medir. Nesse contexto a medição de desempenho é importante nas empresas, por representar um processo de autoanálise, onde através dos dados coletados, é possível chegar a conclusão se o andamento das atividades, ações e está adequado e a partir daí, tomar decisões baseando-se em números e dados reais.
Existe uma série de características que definem bons indicadores, entre elas vou citar algumas que pela minha experiência se mostram muito relevantes para quem está começando:

  • Seja significativo: o indicador deve ter relevância para a empresa, não adianta medir algo que não é útil, meça o que causa impacto o que faz a diferença.
  • Clareza e objetividade: evite ambiguidades, deixe claro o que deve ser medido e como isso será medido. Em muitos casos é bom informar a fonte e a fórmula ou o procedimento para coletar os dados da maneira correta.
  • Defina um responsável: um departamento não é responsável por um indicador, uma pessoa sim. Defina responsáveis por cada indicador, assim como por cada coleta.
  • Deve possuir metas: Não adianta coletar por coletar, é necessário ter metas, e principalmente é importante que análise sejam feitas baseadas nas metas e nos indicadores do período.
  • Limite a quantidade: mantenha um número de indicadores reduzidos em um primeiro momento, resista a tentação de criar um grande número de indicadores, estabeleça um limite por setor ou por área.

Este é um post sobre indicadores apresentando uma visão geral sobre o tema e a relação que ele possui com a ISO 9000. Já tratamos do assunto nesse post sobre indicadores de desempenho e outros posts virão para tratar o tema em verticais específicas. Participe da discussão e dê suas sugestões sobre os próximos posts sobre indicadores.
Dica: Monitore indicadores com eficiência utilizando Forlogic Indicators.

Sobre o autor (a)

3 comentários em “Indicadores como Ferramenta de Gestão”

  1. Muitas empesas começam a implementar conceitos e técnicas de melhoria da qualidade contudo a implementação da maioria delas está mal resolvida pois essas empresas não resolveram a questão de medidas e recompensas do desempenho, Este artigo procura preencher esta lacuna propondo a sistematização de um sistema de indicadores de desempenho onde as organizações possam medir o desempenho de forma mais coerente e abrangente quando da adoção da gestão pela qualidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Blog da Qualidade

Artigos relacionados

ocorrênias 500x800

deixou de acompanhar as ações de
um projeto e ATRASOU a entrega?

O Qualitfy pode ajudar