Sistemas de gestão

O que significa Ações de Disposição

Imprimir artigo

Já é indiscutível que a qualidade é fundamental para as empresas, e quando falamos em qualidade ligada a sistemas de gestão, lembramos imediatamente de avaliação e gestão de não conformidades (NCs). Eis que surgem algumas dúvidas sobre a gestão das não conformidades, e uma dúvida comum é sobre as ações de disposição.

As ações de disposição são medidas imediatas aplicadas ao produto não conforme  identificado no processo, buscando corrigi-lo naquele momento.  Em muitos lugares são também conhecidas como “disposição imediata”.

As normas ISO 9001 classificam as ações disposições da seguinte maneira:

  • correção: ação utilizada para eliminar uma não conformidade, podendo ser aplicada em conjunto com uma ação corretiva. A correção pode dar-se por meio de:
    • reclassificação: alteração da classe de um produto não conforme para conforme, com requisitos diferentes dos especificados na sua classificação inicial;
    • retrabalho: ação realizada no produto não conforme, com o objetivo de torná-lo conforme aos requisitos;
    • reparo: ação realizada no produto não conforme, com o objetivo de torná-lo aceitável para uso;
  • refugo: ação realizada sobre o produto não conforme (como destruí-lo ou reciclá-lo) para impedir sua utilização. Em relação ao serviço não conforme, esta ação corresponde a sua interrupção;
  • concessão: ação que permite a utilização ou liberação de um produto não conforme para uso (dentro dos limites especificados), em certa quantidade e por determinado período de tempo, mediante consentimento do cliente;
  • permissão de desvio: autorização dada pela organização para uma quantidade limitada de produto, durante determinado período de tempo e para um uso específico, desviar-se dos requisitos.

No momento que um produto não conforme é identificado, deve-se aplicar as ações de disposição para corrigi-lo. Após sua correção, deverá ser reinspecionado para verificar sua conformidade aos requisitos, para assim ser liberado para ao próximo processo.

É importante que fique claro que a ação de disposição ocorre para tratar a anomalia no momento da sua identificação ou registro. É utilizada para tratar o problema, não sua causa.

Para deixar mais claro vamos apresentar da seguinte forma: um produto é devolvido pelo cliente, que argumenta que este está fora da especificação estabelecida para a compra (ex.: o lote está enrugado). A ação de disposição será conferir a veracidade do problema e imediatamente substituir o produto para evitar ou mitigar o transtorno do cliente.

É claro que a partir daí uma série de ações serão tomadas para corrigir a causa da NC, como ações corretivas e preventivas, que vão evitar que o problema torne a acontecer. Mas a ação de disposição ou disposição imediata, foi substituir o produto do cliente imediatamente.

Em resumo, as ações de disposição ajudam a corrigir um problema imediato, enquanto que as ações corretivas e preventivas apoiam o tratamento das causas da NC e previnem sua reincidência.

REFERÊNCIA

MELLO, Carlos Henrique Pereira et al. ISO 9001: 2000 ? Sistema de gestão da qualidade para operações de produção e serviços. São Paulo: Atlas, 2002.

Autores

Comentários

Posts Relacionados

← Post mais recente
A técnica dos 5 Porquês