Blog da Qualidade

A diferença entre ação imediata, ação corretiva e ação preventiva

imagem de um computador com um bloco de notas e uma caneta ao lado. Essa imagem simboliza o artigo sobre ação imediata

Estava estudando sobre não conformidades e após a análise de causa percebi que não havia entendido exatamente a diferença entre as ações que podem ser tomadas para corrigir uma NC, já que temos 3 ações, a ação imediata (correção), ação corretiva e ação preventiva.

Inicialmente acreditei que devesse escolher uma ação para cada não conformidade, porém após várias pesquisas ficou claro que eu posso usar as três em uma única ocorrência, e vou explicar um pouquinho para vocês a diferença entre elas e como aplicá-las.

Ação Imediata

A ação imediata, também conhecida como ação de disposição, é a primeira ação feita quando uma não conformidade é percebida na empresa. Essa ação é feita para controlar a ocorrência, impedindo que ela continue acontecendo no momento, e é realizada após a identificação do problema.

Por exemplo: se uma fábrica entregou um produto com uma cor diferente do especificado no pedido do cliente a primeira coisa a ser feita é entrar em contato com o cliente para enviar um produto de acordo com o combinado, ou seja, colocar em conformidade.

Ação Corretiva

A ação corretiva é a ação que faremos somente depois da análise de causa da não conformidade, ela serve para garantir que a causa não ocorra outra vez. Ela precisa ser forte o bastante para realmente impedir que a causa volte a acontecer. Desta forma, é bom ser definida por quem entende sobre o processo, produto ou serviço em que a NC foi identificada, já que eles possuem mais capacitação para falar sobre o assunto. 

Aproveitando nosso exemplo, vamos imaginar que a máquina número 3 esteja com defeito, então a ação tomada será a troca da peça estragada e a capacitação dos que a manuseiam para observar e garantir o bom funcionamento da mesma.

Ação Preventiva

Ação preventiva é a ação feita antes da não conformidade acontecer. Pode ser um evento inédito na empresa, ou inédito em um processo. Portanto, são analisados os riscos que foram previamente detectados sobre uma potencial não conformidade e assim é definida a ação que impedirá essa ocorrência.

Neste caso, a fábrica estabelecerá um processo de revisão e monitoramento periódico nas máquinas 1, 2, 4 e 5, de forma a garantir que o mesmo problema da máquina 3 não aconteça futuramente nos outros maquinários.

Resumindo!

É importante saber a diferença entre os tipos de ação para que possamos aplicar energia direcionada e adequada a cada uma. Nem toda ocorrência deve ter uma ação corretiva, isso fica mais claro no requisito 10.2 da ISO 9001:2015. No entanto, toda ação corretiva deve retroalimentar a gestão de riscos e desta forma, originando novas ações preventivas.

Então só para fixar:

  • Ação Imediata: enviar o produto correto para o cliente
  • Ação Corretiva: trocar a peça defeituosa da máquina que colore o produto
  • Ação Preventiva: manutenção e monitoramento de todas a máquinas da fábrica

Sobre o autor (a)

Artigos relacionados

Publicidade

Conheça nossos canais

Conheça o que CEOs e especialista nos assunto estão fazendo para desenvolver as estratégias de suas empresas

Planejamento Estratégico | Transmitido ao vivo em 21 de jan. de 2021

Qualicast - O Podcast da QUALIDADE

19 de março de 2021 | 55 min

Academia da Excelência