Blog da Qualidade

WEBINAR AO VIVO
Dia 05 de Abril 10h00min

Para que servem os valores da empresa e o que a qualidade tem a ver com isso?

Receba Nossa News

Os conteúdos mais legais sobre qualidade, semanalmente em seu e-mail

Todos os dados inseridos aqui, estão resguardados pela Política de Privacidade da ForLogic, totalmente adequada a LGPD e ISO 27001 (Segurança da Informação).

Jeison

Jeison

Website | + posts

Sou co-fundador da ForLogic Software, hoje atuo com gente, cultura e gestão. Sou um dos criadores do Qualiex, do Qualicast (o 1º Podcast nacional focado em qualidade), criador do Blog da Qualidade (o maior blog sobre Qualidade do Brasil). Mestre em Engenharia da Produção pela UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), auditor líder formado com orgulho pela ATSG na ISO9001 e 22000, pai, empreendedor, e um inconformado de plantão!
Acredito na responsabilidade do indivíduo, no poder da qualidade e que podemos fazer diferente. Me acompanhe no Linkedin e no Instagram.

Não é de hoje que temos empresas definindo seus valores e colocando eles em belos quadros nas salas de espera, apresentações corporativas e fundos de tela no computador dos funcionários.

Mas antes de continuar, gostaria de fazer uma pergunta: você sabe quais são os valores da sua empresa? Alguém sabe? E isso importa? Na empresa em que você trabalha eles servem para alguma coisa?

Os valores, assim como negócio, missão e visão, constituem a identidade organizacional. Porém, na minha opinião pessoal, eles têm um peso muito maior, porque a visão ou a missão podem mudar de acordo com o direcionamento estratégico, mas penso ser mais difícil mudar as coisas que acreditamos serem as corretas.

Em época de auditoria (como se isso fosse uma estação do ano), algumas empresas orientam as pessoas a lerem os valores. Já até ouvi que eles devem ser aprendidos, compreendidos e até seguidos.

Mas os valores devem ser vividos para que em todas as decisões, todas mesmo, sejam ancoradas nesses princípios.

Os valores são o “jeito” que as pessoas se comportam, são como as pessoas agem dentro da empresa, no que elas acreditam no seu trabalho. Sempre que alguém optar por fazer ou não fazer alguma coisa, isso deve ser decidido com base nestes princípios, pois eles são uma bússola que orienta como as pessoas devem agir se elas não tiverem para quem perguntar.

docs-artigos-1200x175px

Eu visito várias empresas por causa do meu trabalho, e logo na recepção já é possível saber se os valores são seguidos ou não. Quando as frases ou palavras do quadro de valores não refletem as ações das pessoas e o comportamento da equipe, este é um primeiro indicativo claro de que essa empresa vai mal.

É nesse ponto que estes princípios são tão importantes para a qualidade: se houver alinhamento entre a política e objetivos da qualidade com os valores da empresa, as pessoas vão naturalmente buscar o que a qualidade prega.

Lembra da frase do Henry Ford: “Qualidade é fazer certo quando ninguém está olhando”? É uma evidência clara de que qualidade só funciona MESMO quando se tem crenças comuns entre as pessoas da organização, pois se ninguém está olhando, quem mais saberá além da pessoa que está executando?

Ter pessoas alinhadas com os valores da empresa não significa só contratar alguém, dizer: “estas aí são nossas crenças” e esperar que ela siga os valores. O segredo está em contratar certo! Aqui na Forlogic, nós só contratamos quem tem alinhamento com os valores, e depois avaliamos competências técnicas.

Eu só lidero minha equipe pensando nos nossos valores, e os lembro sempre que eles são os guardiões desses princípios. Na nossa rotina, fazemos “momentos de cultura”, para fortalecer, explicar, alinhar e fomentar estes princípios. O resultado são pessoas com a mesma cultura, guiando-se pelos valores da empresa e tornando-os também crenças pessoais, porque incentivamos o comportamento de todos acreditam que é realmente assim que devem agir.

É claro que cada pessoa tem suas crenças pessoais, e isso é ótimo, mas ela deve compartilhar das mesmas crenças da empresa, e, se existir algum valor com o qual ela tenha dificuldade, ela deve compreender isso por si só e trabalhar na evolução deste. Todos podem evoluir um comportamento, até porque somos fruto do meio que convivemos.

E a coisa mais legal dos valores é que eles não são certos nem errados. Eles são apenas os que você ou a sua empresa acredita. Portanto, você pode escolher quais crenças quiser, mas é importante que eles sejam de verdade. Você não pode falar de um valor dizendo que “quer ter isso”, você escolhe um valor quando “tem isso”.

Empresas que vivem seus princípios, tornam o trabalho da qualidade mais fácil, e principalmente, faz as pessoas trabalharem pela a qualidade e não para a qualidade.

Se a sua empresa não vive os valores que “prega”, pense se é nesse lugar que você quer passar seus dias! 

Sobre o autor (a)

14 comentários em “Para que servem os valores da empresa e o que a qualidade tem a ver com isso?”

  1. Arquanjo Santhiago

    Muito bom o artigo. As pessoas me criticam muito e não entendem porque eu tenho dificuldade em parar e me fixar em uma empresa.

    Eu tenho total noção das minhas qualidades e defeitos e sei muito bem que sou excelente no que faço, por isso eu geralmente acabo entrando em empresas completamente desalinhadas com seus princípios, além de uma cadeia de funcionários medíocres, então quando percebo estou entregando muito de mim e não recebendo retorno.

    Inclusive, acabei de largar uma grande oportunidade. Fui contratado para estruturar a área de qualidade de uma empresa, realizar a gestão corporativa e estruturar a área de assuntos estratégicos. Os meus únicos chefes eram os próprios donos e acabou que mesmo assim não era para mim. Queriam que eu estruturasse a empresa, que eu a colocasse em alinhamento com as melhores práticas de mercado, mas os donos não queriam mudar, queriam que os funcionários mudassem, que a produtividade coletiva aumentasse, mas os próprios donos não queriam mudar e o pior é que não me deram a liberdade necessária para fazer o que eles precisavam.

    Enfim, gostei muito desse artigo e eu o entendo melhor que qualquer pessoa.

    1. Olá Arquanjo, que bom que você gostou do artigo, fico muito feliz.
      Agradeço por ter comentado, isso ajuda a gente a pensar, e fomenta o pensamento.

      Sobre o seu caso, me preocupa o fato de nas suas palavras, você “ser excelente no que faz” e ainda assim só entrar em em empresas “sem princípios e com funcionários medíocres”. Pense nisso, selecione melhor os lugares que você vai entrar, sugiro também, que analise a sua própria postura, suas expectativas, a forma como entra em uma empresa.

      Mas nunca abra mão de trabalhar em uma empresa que tenha valores aderentes aos seus, isso é fundamental.

      Novamente obrigado pelo comentário, e um forte abraço.

  2. Parabéns. Ótimo artigo. Gostei da parte onde você cita “alinhamento entre a política e objetivos da qualidade com os valores da empresa”. Essa frase torna mais fácil a compreensão de como fazer os valores ficarem mais palpáveis, digamos assim.

    Você cita também a realização de “momentos de cultura” na sua empresa. Seria possível você detalhar melhor essa prática?

  3. Carlos Henrique Prado Sousa

    Ótimo artigo.
    Acho muito interessante quando você cita que os valores são avaliados antes das competências técnicas.
    O que é mais legal disso, é que quando alguém não está alinhado aos valores, é quase que automático que ela não vai se adaptar as equipes e ao trabalho da empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Blog da Qualidade

Artigos relacionados

ocorrênias 500x800

deixou de acompanhar as ações de
um projeto e ATRASOU a entrega?

O Qualitfy pode ajudar