Sistemas de gestão

Transição da ISO 9001:2015 com Neifer França – Review QUALICAST #006

Imprimir artigo

Falta pouco menos de 3 meses para o último prazo para a Transição da ISO 9001:2015 encerrar. E ainda tem bastante gente com dúvida sobre os novos itens da norma, sejam dúvidas de interpretação da norma ou de aplicação dos requisitos.

Estou resgatando um Qualicast (conteúdo 100% em áudio) que lançamos no ano passado para ajudar você nessa reta final. Vou escrever um pouquinho sobre o que mais me chamou atenção nesse conteúdo. Acredito que ele pode ajudar quem está terminando a transição agora e também quem for iniciar uma implantação do zero.

Contexto da Organização

A gente ainda recebe muitas dúvidas sobre a análise do contexto da organização aqui no blog. Recebemos até algumas dúvidas de pessoas que achavam que definir o contexto era atualizar o Manual da Qualidade, a Monise até falou sobre isso no Podcast.

Decidindo manter o Manual da Qualidade ou não, o item 4 da nova norma diz que a gente precisa entender que a análise do contexto vai muito além de apenas executar uma análise SWOT por exemplo, ela está muito ligada à estratégia da empresa e aos resultados que a organização quer alcançar. Você analisa o contexto para entender melhor como obter mais resultados e atender as expectativas das suas partes interessadas (os stakeholders).

Mentalidade de risco

Também choveram e-mails a respeito da gestão de riscos aqui no Blog. Me arrisco a dizer que esse foi o item que mais gerou dúvidas na nova versão. O Neifer contou até que alguns profissionais da Qualidade pensaram, no início, que teriam de implantar a ISO 3100 (norma específica para Gestão de Riscos) só para atender a 9001 e na verdade não tem nada ver com isso.

A Gestão de Riscos é coisa séria sim, mas não é o “bicho papão” que foi criado em torno desse item. Na verdade, a gestão de riscos nada mais é do que ter um plano B para o caso de as coisas darem errado ou para aproveitar as oportunidades.

Nós executamos processos todos os dias, processos que servem para nos levar onde queremos. Mas processos são vivos e estão sujeitos a falhas e erros. Se nós não tentarmos antecipar isso, um risco simples e de fácil resolução pode causar danos muito graves à empresa. E o pior: tudo por falta de refletir sobre o que pode dar errado no processo.

Informações documentadas

Acho que essa foi uma das mudanças mais bem-vindas na ISO 9001:2015. Por muito tempo, as pessoas se confundiam, misturavam qualidade e burocracia. A nova versão da norma deixou muito claro que as informações documentadas exigidas pela norma não têm nada a ver com produzir documentos para a auditoria. Uma informação muito legal que ouvi no Qualicast é que pode acontecer de haver empresas com pouquíssimos documentos.

Até mesmo o conceito de “documento” mudou. Hoje você pode optar por um vídeo, uma imagem, um infográfico, um áudio. Não importa mais “o como” você documenta as coisas, mas sim como as pessoas vão acessar isso, como essas informações vão ajudar o seu colaborador a trabalhar e melhorar os processos.

Isso é tão significativo na nova norma, que não é mais obrigatório ter processos ou procedimentos formalizados. Escritos em um word ou pdf. O importante é que você encontre um jeito de fazer com que seu processo rode da melhor forma! E como você vai fazer isso é escolha sua!

Ouça o conteúdo completo

Nesse artigo, eu falei sobre um pouquinho do que ouvi no Qualicast, mas ainda tem muuuita coisa sobre contexto, gestão de riscos e informação documentada que não comentei e que foi muito bem explicado lá. Além disso, o pessoal também falou sobre vários outros assunto, como:

  • Anexo SL
  • Apoio (item 7)
  • Avaliação de Desempenho (item 9)
  • Conhecimento organizacional (item 7.1.6)
  • Liderança (item 5)
  • Melhoria (item 10)
  • Planejamento (vários itens)
  • Operação (vários itens)

Para você ter ideia, o pessoal conversou um pouco sobre cada requisito da ISO 9001:2015, ressaltando principais assuntos e dúvidas de cada tema, e dando dicas sobre a nova versão da norma. Se você gostou do que leu até aqui, tenho certeza de que vai adorar o Qualicast, então clica no botão abaixo e ouça o conteúdo completo:

Autor

Comentários

Posts Relacionados

4-erros-comuns-que-voce-deve-evitar-na-gestao-dos-riscos
← Post mais recente
4 erros comuns que você deve evitar na Gestão de Riscos