Ferramentas da qualidade

Takt Time

Takt time
Imprimir artigo

Takt time é um termo que vem do alemão Taktzeit, em que Takt significa compasso/ritmo e Zeit significa tempo, período, ou seja, podemos defini-lo como o tempo em que se deve produzir uma peça ou produto, baseado no ritmo de vendas, para atender a demanda dos clientes. O Takt time é calculado dividindo-se o volume da demanda do cliente por turno (necessidade programada) pelo tempo disponível de trabalho por turno, subtraindo-se os tempos de perdas, interrupções, setups, refeição, etc.

Por exemplo, uma fábrica trabalha 8 horas/dia (480 minutos) e a demanda do mercado é de 120 unidades/dia. Desta forma, o takt time é de 4 minutos (480/120).

Sabemos que um ritmo de produção mais rápido gera estoque, enquanto que um ritmo mais lento cria a necessidade de aceleração do processo, gerando perdas. O takt time é usado para sincronizar o ritmo de produção com o ritmo de vendas, por isso deve-se atuar na mesma velocidade de vendas e quanto mais reduzirmos nossas perdas, mais produzimos, e com menos recursos.

A utilização do takt time no programa de produção proporciona uma visão enxuta, que produz de acordo com uma programação nivelada, focada no sistema JIT (Just-in-time)e TQC (Controle da Qualidade Total – Total Quality Control) e sem perdas e interrupções no processo, que fluirá conforme a necessidade do cliente.

Para produzir de acordo com o takt time, todas as áreas da organização devem:

  • Fornecer respostas rápidas para os problemas apontados;
  • Eliminar as causas de paradas de máquinas não planejadas;
  • Eliminar tempos de troca em processos posteriores (troca rápida de ferramentas);
  • O material deve estar à disposição na hora, em quantidades e local desejado (Kanban) e deve apresentar qualidade assegurada (CEP – Controle Estatístico do Processo).

Desta forma, pode-se produzir lotes menores e aumentar a flexibilidade na manufatura.

O objetivo do takt time é alinhar com precisão a produção à demanda, definindo um ritmo ao processo, sendo um dos principais indicadores para a aplicação do conceito Lean Manufacturing, podendo ser considerada a batida do coração de um sistema.

 

REFERÊNCIAS

ROTHER, M.; SHOOK, J. Aprendendo a enxergar: mapeando o fluxo de valor para agregar valor e eliminar o desperdício. São Paulo: Lean Institute Brasil, 1. Ed., 1998.

Disponível em http://pt.wikipedia.org/wiki/Takt_Time acesso em 18/12/12.

Autor

Comentários

Posts Relacionados

← Post mais recente
Diagrama de Afinidades