Gestão de processos

Administração do Tempo: Concentração que gera Eficiência!

administracao-tempo-concentracao-eficiencia
Imprimir artigo

Este é mais um artigo da série Administração do Tempo. Já falamos sobre administrar, desperdiçar, priorizar e agora vamos falar sobre concentração!

O segredo da eficiência é a concentração. Pessoas com essa habilidade conseguem fazer uma coisa por vez com ordem de prioridade.

Mas por que somos tão dependentes da concentração?

Há sempre mais atividades do que tempo disponível para executá-las. Não importa quem seja, qualquer análise que você faça sobre a quantidade de tarefas você vai concluir que há muitas tarefas e pouco tempo, da mesma forma, se você analisar o tempo vai concluir que há tarefas demais. Mesmo que você administre bem o seu tempo, você não tem controle sobre a maior parte dele, e por isso há sempre escassez de tempo. Quanto mais alguém se compromete a contribuir, mais ela precisa de períodos extensos para executar, em contrapartida, se a pessoa começa a alocar o tempo para atividades que realmente trarão resultados, mais ela torna seus esforços sustentáveis, ou seja, esforços que exigem tempo mas que geram algum tipo de lucro.

Não importa para o que seja, se você quer ser produtivo é necessário ter disciplina e determinação para dizer “NÃO”.

A regrinha é simples: Para gerar resultados você precisa concentrar suas forças disponíveis em oportunidades produtivas.

Mas além disso, há também a necessidade de fazer incrivelmente bem uma coisa por vez, o que é um desafio imenso! Existem vários estudos que provam que os seres humanos são capazes de fazer várias coisas ao mesmo tempo, mas a maneira mais produtiva de usar essa capacidade humana é concentrá-las em uma tarefa. É a concentração do foco em uma só realização.

Obviamente, as pessoas são diferentes, algumas executam de forma melhor o trabalho quando fazem duas coisas ao mesmo tempo, mudando o ritmo e mantendo-se em movimento. Peter Drucker explica isso dizendo que “elas dão a cada uma das duas tarefas a atenção mínima necessária para conseguir que qualquer coisa seja feita. Mas acredito que poucas pessoas consigam desempenhar com excelência 3 importantes tarefas ao mesmo tempo”.

Fazer 2 tarefas ao mesmo tempo é duvidoso, mas ok, porém 3 é impossível? Depende. Mozart foi um exemplo que conseguiu trabalhar em várias composições ao mesmo tempo e todas elas são maravilhosas! Outros compositores sempre compunham uma obra por vez e não começavam outras a não ser que terminassem a anterior, ou pelo menos guardado para trabalhar futuramente, mas assim decidiam parar aquela tarefa por determinado tempo. Bom, eu duvido que existam “Mozarts Executivos”, se você for comente aí! Se não for, vamos comigo seguir a regra geral: faça uma coisa por vez!

Quando você faz uma coisa por vez, há um ganho de velocidade. Concentrando tempo, esforço e recursos, você consegue terminar tarefa com mais eficiência, diminuindo retrabalhos e conseguindo abraçar mais atividades.

Pessoas eficazes sabem que têm de fazer várias coisas e fazê-las eficazmente. Portanto, elas concentram seu próprio tempo e energia, assim como os de sua organização para fazer uma coisa por vez, realizando o que for prioridade em primeiro lugar.” (Peter Drucker)

Veja os artigos anteriores:

#Artigo 01: Administrando o Tempo: 3 perguntas para começar!

#Artigo 02: 4 Sintomas que evidenciam o Desperdício de Tempo

#Artigo 03: Estabelecendo a Prioridade do Tempo

#Artigo 04: Administração do Tempo: Concentração que gera Eficiência!

 

Referência

DRUCKER, Peter Ferdinand. O melhor de Peter Drucker: obra completa. São Paulo: Nobel, 2002.

Autor

Comentários

Posts Relacionados

processos-ou-mandamentos
← Post mais recente
Você controla processos ou cria mandamentos?