Blog da Qualidade

WEBINAR AO VIVO
Dia 05 de Abril 10h00min

Como o Diagrama de Ishikawa me ajuda?

Receba Nossa News

Os conteúdos mais legais sobre qualidade, semanalmente em seu e-mail

Todos os dados inseridos aqui, estão resguardados pela Política de Privacidade da ForLogic, totalmente adequada a LGPD e ISO 27001 (Segurança da Informação).

Monise Carla

Monise Carla

Auditora Líder ISO 9001:2015, ISO 22000:2018 e ISO 31000:2016. Redatora do Blog da Qualidade e Especialista de Comunicação no Qualiex! Eu ajudo profissionais a resolverem problemas de qualidade por meio de tecnologia e acredito que esse é o primeiro passo para uma vida de Excelência. Gosto de rock, desenho animado e vejo qualidade e excelência em tudo isso. Não me leve tão a sério no Twitter, mas se preferir, você também pode me encontrar no Facebook e Linkedin.

Não tenho tempo para fazer exercícios físicos, não tenho tempo para escrever um artigo para o blog da empresa que trabalho (ou para o Blog da Qualidade), não tenho tempo para preparar uma refeição mais saudável. Enfim, quem nunca ouviu (ou falou) uma dessas frases? A coisa mais comum do mundo é não ter tempo! É assustador quando alguém fala “eu tenho tempo”, no mínimo será chamado de “ocioso”, para não dizer outras coisas.
docs-artigos-1200x175px
“Tento viver um dia de cada vez, mas às vezes vários dias me atacam de uma só vez.” (Ashley Brilliant)Apesar do texto sugerir um assunto relacionado a procrastinação, gestão do tempo, e uma série de coisas, não é bem disso que vou falar. Eu tenho me incomodado muito com a minha “falta de tempo”, principalmente porque me faz atrasar entregas e me sentir desorganizada. Eu fico tão irritada quanto o meu chefe quando isso se arrasta nos meus indicadores ou relatórios. Estou tratando minha falta de tempo como uma não conformidade e usei o Diagrama de Ishikawa para entender o porquê eu não tenho tempo. Aí está o resultado:diagrama-de-ishikawaVocês já devem conhecer o Diagrama de Ishikawa, né? Na cabeça do peixe fica o efeito (ou problema) e nas espinhas ficam as causas que fazem com que eu não tenha tempo.Agora que tenho um diagrama de Ishikawa não terei mais problemas com tempo, meu chefe ficará feliz e conseguirei abraçar mais projetos, certo?Sim e não.SIM. O Diagrama de Ishikawa me ajuda a categorizar de forma organizada todas as possíveis causas do meu problema para que assim eu identifique quais os planos de ação devo tomar a partir de então. A grande função desta ferramenta é quebrar aquele problema impossível em causas mais simples e possíveis de serem tratadas.NÃO. De certa forma eu não sei especificadamente qual é minha causa raiz. Poderia ser qualquer uma dessas, não? Apesar das causas serem muitas, a causa raiz é sempre uma só, o que me sugere estudar com mais critério.Mas veja bem, não é uma lista exaustiva de causas, eu poderia ter me perdido na verdadeira razão e nisso o Diagrama de Ishikawa me ajuda muito. Quando você vai ao mercado, por exemplo, e faz uma lista antes categorizando por uma refeição (almoço de domingo), classe de produtos (limpeza, bebidas, congelados), enfim, você fica menos propenso a esquecer algo e consegue ter um resultado mais produtivo. Afinal, não é muito mais fácil chegar a um lugar desconhecido fazendo um mapa antes?Bom, já tenho uma lista de hipóteses, agora vou testá-la. Se a causa real não estiver na lista terei que revê-la, e assim sucessivamente até resolver o problema.Diagramas de espinha de peixe fornecem uma estrutura, uma organização, mas não necessariamente uma resposta e é aqui que o método PDCA faz todo sentido. Não adianta eu utilizar uma ferramenta da qualidade fabulosa se eu não estiver apoiado no ciclo de melhoria contínua: PDCA! E outras evoluções que poderei falar em outras ocasiões, mas é no PDCA que eu vou olhar criteriosamente o que deu certo e o que não deu.Se eu encontrei a causa raiz e resolvi meu problema de tempo? É… caminhando em direção à excelência, mas isso eu vou contar com mais detalhes em uma outra ocasião, até lá!Disponibilizei o modelo do Diagrama de Ishikawa que usei nesse post. Faça o download clicando no botão abaixo: 

Baixar modelo do Diagrama de Ishikawa

 Dever de casa
  • Escolha uma situação problema que tem te incomodado nas últimas semanas.
  • Estruture-a em um diagrama de Ishikawa
  • Me conte o que aconteceu: monise@forlogic.net
 James Lawther usou para entender o porquê ele está sempre atrasado.

Sobre o autor (a)

6 comentários em “Como o Diagrama de Ishikawa me ajuda?”

  1. Eu consigo ter tempo utilizando uma técnica que demorei para aprimorar, mas muito indicada pelo Steve Jobs, o dom de dizer “não” para coisas interessantes. Ao dizer “não” para assuntos interessantes, ou para trabalhos que não estão em meu escopo, ou para gastar o tempo com lazer desnecessário, etc. Temos que dizer “sim” para o que precisa ser feito, um “sim” de cada vez. Cada vez que digo um “sim”, preciso dizer vários “nãos”. Até anoto os meus “nãos” em uma lista chamada “coisas que disse não” para depois transformar cada não em um sim… mas claro… tudo ao seu tempo e definindo prioridades.

    Hoje consigo ter tempo para minha família e manter a qualidade das coisas tenho que fazer. Vivo um momento muito feliz em minha vida 🙂

    Parabéns pelo post, aprendi mais uma técnica.

  2. Erasmo Gomes da Silva

    Excelente material. Já usei muito no dia a dia. Gostaria de saber se tem algo voltado para TI. Pois os modelos para TI são um pouco mais específicos…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Blog da Qualidade

Artigos relacionados

ocorrênias 500x800

deixou de acompanhar as ações de
um projeto e ATRASOU a entrega?

O Qualitfy pode ajudar