Sistemas de gestão

A gestão ambiental nas empresas

Imprimir artigo

A relação do ser humano com o meio ambiente tem como questão a forma de como ele constrói as suas condições de vida, que são reflexos das opções econômicas adotadas, ou seja, a qualidade de vida do homem é uma consequência direta da qualidade ambiental.

Um dos resultados do processo de discussões em torno dos problemas ambientais e de como promover seu desenvolvimento econômico foi o surgimento das normas ISO 14000, que procuram desenvolver uma abordagem organizacional que leve a uma gestão ambiental efetiva. Essa família de normas foi o resultado de um processo que foi evoluindo ao longo do tempo quanto aos problemas ambientais, buscando apresentar soluções ao ambiente produtivo.

O surgimento de novas normas e a crescente busca por parte das organizações de uma imagem ambientalmente correta vem sendo induzido por uma mudança de hábitos de consumo, desencadeada pelo crescimento com a preocupação ambiental, a qual reflete negativamente na compra de produtos gerados de produtores identificados como ambientalmente inadequados. A mudança de hábitos do consumidor apresenta um impacto significante que refletiu diretamente no despertar das organizações quanto ao interesse pela gestão ambiental.

Diante dessa nova realidade do ambiente organizacional, torna-se conveniente entender o que vem a ser a gestão ambiental, que é entendida como um processo adaptativo e contínuo, através do qual as organizações definem e redefinem seus objetivos e metas relacionados à proteção do ambiente, à saúde de seus empregados, bem como clientes e comunidade, além de selecionar estratégias e meios para atingir esses objetivos num tempo determinado, através de constante avaliação de sua interação com o meio ambiente externo.

A gestão ambiental integra em seu significado:

  • A política ambiental, que é um conjunto de princípios doutrinários que confrontam as aspirações sociais e/ou governamentais no que se refere a regulamentação ou modificação no uso, controle, proteção e conservação do ambiente.
  • O planejamento ambiental, que é o estudo prospectivo que visa a adequação do uso, controle e proteção do ambiente às aspirações sociais e/ou governamentais expressas formal ou informalmente em uma política ambiental, através da coordenação, compatibilização, articulação e implantação de projetos de intervenções estruturais e não estruturais.
  • O gerenciamento ambiental, que é o conjunto de ações destinado a regular o uso, controle, proteção e conservação do meio ambiente, e a avaliar a conformidade da situação corrente com os princípios doutrinários estabelecidos pela política ambiental.

 

Existe uma contradição conceitual entre alguns autores, sobre o significado de gestão ambiental e gerenciamento ambiental. Conforme visto acima, pode-se perceber que o gerenciamento ambiental é parte integrante da gestão ambiental, ou seja, gestão ambiental pressupõe uma política ambiental, o planejamento ambiental e o próprio gerenciamento ambiental.

A gestão ambiental dentro de um contexto organizacional não é somente uma forma de fazer com que as organizações evitem problemas legais e restrições ou riscos ambientais, como também uma forma de adicionar valor a elas. Isso tem feito com que cada vez mais as organizações venham buscando aprimorar seu desempenho ambiental ao longo dos últimos anos.

 

REFERÊNCIA

SEIFFERT, Mari Elizabete Bernardini. Sistemas de gestão ambiental: implantação objetivo e eocnômica. São Paulo: Atlas, 2006.

Autor

Comentários

Posts Relacionados

← Post mais recente
Entendendo a Qualidade