Gestão de processos

Processos em manufatura e serviços

Imprimir artigo

As operações de manufatura e serviços tem relação direta com o volume e variedade do produto ou serviço produzido. Operações de baixo volume apresentam uma alta variedade e vice-versa, portanto, cada tipo de processo em manufatura ou serviço implica na forma de como as atividades das operações são organizadas, levando-se em conta seu volume e variedade.

TIPOS DE PROCESSOS EM MANUFATURA

– Processos de projeto: este tipo de processo trabalha com itens discretos e customizados, com inicio e fim bem definidos, oque representa um período relativamente longo de produção. Tem como característica baixo volume e alta variedade e geralmente o produto fabricado é único.

Exemplo: Construção de navios, aviões, produção de filmes, etc.

– Processos de jobbing: os processos de jobbing também possuem como característica baixo volume e alta variedade, mas enquanto que em processos de projeto cada produto possui recursos especificamente para ele, em processos de jobbing os recursos da produção são divididos entre eles. A operação processa uma série de produtos que diferirão entre si por suas características.

Exemplo: Restauradores de móveis e alfaiates (que dividem os recursos da operação para fabricação de outros produtos).

– Processos em lotes: como o próprio nome diz, os produtos são fabricados em lotes. Possuem como característica alto volume e baixa variedade.

Exemplo: Produção de roupas, calçados, etc.

– Processos de produção em massa: também possuem como característica alto volume e baixa variedade, mas apresentam um volume ainda maior do que os processos em lotes.

Exemplo: Fabricação de automóveis, eletrodomésticos, etc.

– Processos contínuos: os processos contínuos situam-se além dos processos de produção em massa, pelo fato de operarem em volumes ainda maiores e variedades muito baixas, pois trabalham em um processo inenterrupto devido as características da operação.

Exemplo: Petroquímicas, fornecimento de energia elétrica, fábricas de papel.

 

TIPOS DE PROCESSOS EM SERVIÇOS

– Serviços profissionais: serviços profissionais apresentam um baixo volume e alta variedade devido ao seu alto nível de customização, sendo que é adaptado para atender às necessidades individuais dos clientes. São baseados em pessoas, com ênfase no processo.

Exemplo: Consultores, advogados, cirurgiões, etc.

– Serviços de massa: serviços de massa apresentam alto volume e baixa variedade. São baseados em equipamentos com orientação para o produto. Como não é um serviço profissional, deve seguir procedimentos preestabelecidos.

Exemplo: Supermercados, rodovias, aeroportos.

– Lojas de serviços: as lojas de serviços encontram-se entre os serviços profissionais e os de massa, pois são caracterizadas por níveis de contato com o cliente, customização, volumes de clientes e liberdade de decisão.

Exemplo: Bancos, escolas, lojas, hotéis, etc.

 

Como vimos, as operações que possuem uma alta variedade de produtos e serviços, consequentemente apresentarão um baixo volume devido ao fato de que não tem como trabalhar com grandes quantidades quando a operação exige atenção a detalhes.

Desta forma, é improvável trabalhararmos com alto volume/alta variedade e baixo volume/baixa variedade.

 

Aprenda mais sobre Layout nas Operações Produtivas.

 

REFERÊNCIA

SLACK, Nigel. Administração de Produção. São Paulo: Atlas, 2002.

Autor

Comentários

Posts Relacionados

instruçoes de trabalho Qualidade
← Post mais recente
Descrição de Instrução de Trabalho: Padronizando para Eficiê...